Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

07 Dezembro de 2017 | 08h59 - Actualizado em 07 Dezembro de 2017 | 10h42

Moçambique: China compra grafite para fabricar componentes de baterias

Maputo - O produtor chinês de componentes de baterias Zhanjiang Juxin é o novo cliente da mina de grafite de Balama, no norte de Moçambique, anunciou a empresa mineira australiana Syrah Resources, citada hoje pela LUSA.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa de Moçambique

Foto: Angop

"A Syrah assinou um contrato de venda obrigatório com a Zhanjiang Juxin New Energy Materials" para fornecimento "de 20 mil toneladas de grafite natural da operação de Balama em 2018", referiu a empresa numa nota aos accionistas, consultada hoje pela Lusa.

A empresa chinesa foi criada em 2006 e é especializada na produção de materiais para baterias de iões de lítio, como as que equipam carros eléctricos e outros aparelhos.

Shaun Verner, director-executivo da Syrah referiu que este contrato representa outra conquista significativa para a grafite de Balama.

A mina moçambicana é o único grande projecto de grafite actualmente em operação com uma produção alvo para 2018 de 160 a 180 mil toneladas, o que coloca a Syrah numa posição forte para responder à procura crescente nos mercados de veículos eléctricos e armazenamento de energia", acrescentou.

Em Setembro, a firma australiana já tinha anunciado um acordo com outra firma chinesa.

Na altura foi contratado o fornecimento de 30 mil toneladas de grafite no primeiro ano de produção (2018) à Jixi BTR Graphite Industrial, firma subsidiária da Shenzhen BTR New Energy Materials (BTR).

Assuntos Moçambique  

Leia também
  • 07/12/2017 10:47:42

    Moçambique: Seis cirurgiões moçambicanos com título de fellow

    Maputo - Seis cirurgiões moçambicanos receberam quarta-feira da COSECSA o título de “Fellow”, após terem sido aprovados no exame a que foram submetidos, de um grupo de 180 cirurgiões de vários países africanos.

  • 07/12/2017 10:42:51

    Moçambique: Alto comissário do Botswana despede-se do presidente Nyusi

    Maputo - O Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, recebeu quarta-feira o Alto Comissário (embaixador) do Botswana, Olebile Marakadu, que apresentou cumprimentos de despedida por ocasião do fim da sua missão em Moçambique.

  • 07/12/2017 10:34:53

    Moçambique: Governo procura investidora para explorar fosfato de Evate

    Maputo - O Governo moçambicano está à procura de um potencial investidor, sobretudo com capacidade financeira suficiente para explorar o fosfato de Evate, no distrito de Monapo, província nortenha de Nampula, informou a AIM.

  • 07/12/2017 10:31:27

    Moçambique: Primeiro-ministro no fórum África

    Sharm El Sheik (Egipto) - O Primeiro-Ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário, desembarcou a meio da tarde de hoje na cidade egípcia de Sharm El Sheik onde vai participar no II Fórum África-2017, um evento de três dias com início na quinta-feira da semana corrente e que visa promover um maior fluxo de investimentos e comércio em África.