Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Janeiro de 2018 | 18h20 - Actualizado em 12 Janeiro de 2018 | 18h20

Côte D'ivoire: Militar condenado a 10 anos de prisão efectiva por conspiração

Abidjan - O ex-chefe de esquadrão blindado da gendarmeria da Côte D'ivoire, comandante Jean-Noal Abéhi, foi condenado a 10 anos de prisão efectiva, por conspiração contra o Estado, notciou nesta sexta-feira, a imprensa local, citada pela Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Costa de Marfim

Foto: foto pesquisa

A publicação digital afrique-sur7.fr, refere que durante o julgamento que iniciou a 28 de Dezembro, o Tribunal supremo de Abidjan declarou Abéhi culpado, embora tenha reconhecido "circunstâncias atenuantes".

Encarcerado desde Agosto de 2015, o militar foi processado por "conspiração contra a autoridade do Estado", enquanto que dos outros 11 acusados, três foram também condenados por "tentação à autoridade do Estado".

"Respeitamos esta decisão, mas não a aceitamos", declarou após de ouvir o veredicto a advogada do comandante, Raoul Gohi-bi, que anunciou intentar recurso.

Por seu turno, os acusados Adohi Otopka Samson, Talo Patrick Herve, Depie Gnoleba e Blék Oblé Claude, foram declarados inocentes e consequentemente absolvidos pelo Tribunal.

Todos respondiam por protagonizar a 23 de Dezembro de 2012, um ataque ao acampamento da gendarmeria de Agban.

Abéhi foi detido no Ghana, em Fevereiro de 2013 e extraditado ao seu país, onde foi encarcerado dois anos após por deserção.

Assuntos Côte d'Ivoire  

Leia também