Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Janeiro de 2018 | 19h08 - Actualizado em 12 Janeiro de 2018 | 19h07

Tunísia: Calma regressa ao país após vários dias de manifestações

Túnis - A calma regressou em todo território tunisino, após vários dias de manifestações populares, em protesto as medidas de austeridade adoptadas pelo governo, assegurou esta sexta-feira, o porta-voz do ministério do Interior, Khalifa Chibani, citado pela Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Tunísia

Foto: Angop

Durante quatro jornadas nocturnas de distúrbios, os efectivos policiais detiveram pelo menos 778 pessoas, acrescentou o funcionário.

Entre os detidos, acrescentou, encontram-se 16 extremistas islâmicos que intentaram acções contra as forças da ordem.

Estas manifestações, que inicialmente foram motivadas por reclamações económicas contra o aumento de preços dos bens de primeira necessidade, tornaram-se em "actos de violência" que incluiram a destruição e saque de propriedades.

"Mais de metade dos quase 800 detidos pelos desacatos dessas últimas noites em Túnis, têm idades compreendidas entre os 21 e os 30 anos", revelou Chibani.

Os protestos provocaram segunda-feira, pelo menos um morto na cidade de Teburba, no norte do país.

Esta semana, o Primeiro-Ministro da Tunísia, Youssef Chahed, chamou à população a manter-se calma, face aos protestos contra o aumento dos preços e impostos decretados pelo governo.

Chahed instou à população a "entender que a situação é extraordinária e que o seu país tem dificuldades".

Não obstante, augurou, que "2018" será o último ano difícil para os tunisinos.

Assuntos Tunísia  

Leia também
  • 12/01/2018 17:02:20

    Tunísia: Aumenta número de manifestantes detidos desde início dos protestos

    Túnis - Pelo menos 778 pessoas foram detidas na Tunísia, desde segunda-feira, quando começaram os protestos contra as medidas de austeridade, indicou nesta sexta-feira, um porta-voz do ministério do Interior, Khalifa Chibani, citado pela AFP.

  • 11/01/2018 13:05:50

    Tunísia: Mais de 300 detenções na terceira noite de protestos

    Túnis - Mais de 300 pessoas foram detidas na Tunísia nas últimas 24 horas, onde os confrontos entre manifestantes e agentes da polícia tiveram lugar pela terceira noite consecutiva, anunciaram quinta-feira as autoridades, elevando para mais de 300 o número detenções em dois dias.

  • 10/01/2018 10:34:32

    Tunísia: Mais de 200 pessoas detidas durante confrontos

    Túnis - Mais de 200 pessoas foram presas durante os confrontos em várias cidades da Tunísia, indicou o ministério do Interior nesta quarta-feira, após uma segunda noite de agitação social alimentada por medidas de austeridade, sete anos após a revolução.