Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

14 Fevereiro de 2018 | 18h04 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 18h03

Moçambique: Intempéries afectam milhares de pessoas

Maputo - As catástrofes naturais que afectam Moçambique, desde Outubro passado, já causaram pelo menos 34 óbitos, de um universo de 3.925 pessoas afectadas, que correspondem a cerca de 796 famílias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Intempéries em Moçambique

Foto: Pedro Parente

Segundo o Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC), as mortes resultaram de descargas atmosféricas (trovoadas e relâmpagos), afogamentos, ventos fortes, electrocussão e arrastamentos em correntes de água.

De acordo com o porta-voz do INGC, Paulo Tomás, que falava hoje no habitual briefing, em Maputo, destinado a dar a conhecer o impacto do mau tempo nas regiões centro e norte do país, as mortes registadas são referentes ao período que vai desde Outubro, altura do início da época chuvosa, até ao presente momento.

Segundo a fonte, as regiões centro e norte foram, nos últimos sete dias, as mais afectadas por chuvas intensas, acompanhadas de ventos fortes e descargas atmosféricas, com realce as províncias da Zambézia, Manica, Tete e Sofala, onde a precipitação acumulada esteve entre os 100-200 milímetros.

Assuntos Moçambique  

Leia também