Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

15 Fevereiro de 2018 | 01h48 - Actualizado em 15 Fevereiro de 2018 | 01h49

Zimbabwe: Morgan Tsvangirai morre aos 65 anos

Harare - O líder da oposição do Zimbabwe, Morgan Tsvangirai, morreu nesta quarta-feira, em Joanesburgo, na África do Sul, vitima de um câncer, confirmou o vice-presidente do partido Movimento para a Mudança Democrática, Elias Mudzuri.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Primeiro Ministro do Zimbabue Morgan Tsvangirai

Foto: Arquivo

O antigo primeiro-ministro do Zimbabwe tinha 65 anos e sofria de cancro do cólon há dois anos. A situação clínica deteriorou-se rapidamente nos últimos dias, apesar de estar a em tratamento na África do Sul. “Morreu esta tarde. Foi a sua família que mo comunicou”, disse o vice-presidente do Movimento para a Mudança Democrática, Elias Mudzuri, citado pela Reuters

"É uma pena anunciar que perdemos um ícone da luta pela democracia", afirmou Mudzuri em sua conta no Twitter.

A morte de Morgan Tsvangirai acontece nas vésperas das primeiras eleições desde que o regime de Robert Mugabe caiu. O partido da oposição tem agora que escolher um novo líder para disputar o poder contra a União Nacional Africana do Zimbabwe, partido actualmente no poder e fundado por Robert Mugabe. 

A carreira política de Tsvangirai foi marcada pela luta contra o regime do ex-Presidente, Robert Mugabe. Foi preso inúmeras vezes e alvo de quatro atentados.

Morgan Tsvangirai fundou o Movimento para a Mudança Democrática em 1999 e foi o eterno adversário de Mugabe, líder autoritário removido em Novembro.

Nascido em 1952, Tsvangirai, ex-operário do sector têxtil e contra-mestre de minas, foi sindicalista antes de passar a presidir, em 1988, o poderoso Congresso de Sindicatos do Zimbabwe (ZCTU).

No final dos anos 1990, demonstrou seu carisma e capacidade de mobilização, lançando uma série de greves gerais contra o governo.

O ex-líder sindical sofreu surras, prisões e acusações de traição por sua oposição a Mugabe.

Tsvangirai dizia ter sido objecto de quatro tentativas de assassinato, uma delas em 1997.

Este ano, devia ser o candidato oficial do Movimento para a Mudança Democrática para a eleição presidencial, para competir com o presidente Emmerson Mnangagwa, sucessor de Mugabe.

Mas na quarta-feira, Tsvangirai cedeu o lugar à frente do partido a um de seus três vice-presidentes, Nelson Chamisa.

Assuntos Zimbabwe  

Leia também
  • 16/10/2018 13:26:36

    Zimbabwe: Conferência anual da Zanu-PF fixada para Dezembro

    Harare - Os dirigentes do partido no poder no Zimbabwe (Zanu-PF) anunciaram hoje a realização da sua conferência nacional em Dezembro, dando a conhecer sobre o andamento dos preparativos e a agenda desta importante reunião.

  • 10/10/2018 13:33:11

    Governo do Zimbabwe toma medidas face à alta do preço de bens essenciais

    Harare - O governo do Zimbabwe anunciou hoje (quarta-feira) medidas para travar a subida de preços face a uma alegada escassez de produtos básicos e ordenou os comerciantes a aceitar títulos e pagamentos electrónicos.

  • 03/10/2018 13:06:02

    Produção de tabaco impulsiona economia do Zimbabwe

    Harare - A economia do Zimbabwe deverá conhecer no final deste ano um crescimento que ultrapassa as previsões, graças às vendas de tabaco e as reformas económicas, segundo o banco central do país.

  • 28/09/2018 15:41:21

    Zimbabwe: País recebe apoio do Banco Mundial

    Harare - O Banco Mundial (BM) vai fornecer apoio técnico ao Zimbabwe, no âmbito da implementação de um plano para liquidar os atrasos da dívida externa avaliada em mil milhões de dólares americanos, noticiou quarta-feira a Xinhua.