Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Setembro de 2018 | 16h14 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 16h13

Nigéria: Nove mortos e 34 feridos na explosão de camião cisterna

Abuja - Pelo menos nove pessoas morreram e 34 outras ficaram feridas, na Nigéria, depois da explosão de um camião cisterna que transportava gasolina. A rxplosão ocorreu no Estado de Nassaraua, região central do país, anunciaram nesta quarta-feira fontes de serviços de emergência.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem de danos de explosão na Nigéria

Foto: STRINGER

Em declarações à agência noticiosa EFE, o chefe da agência estatal de serviços de emergência, Zachary Allumaga, explicou que a explosão ocorreu hoje em Lafia, capital de Nassaraua, quando dois veículos colidiram perto do camião que fornecia combustível a um posto de gasolina.

"O número de mortos poderia ter sido maior se a polícia não tivesse tirado as pessoas da zona", referiu Allumaga.

Os feridos foram transferidos para os hospitais de Lafia e de Abuja, capital da Nigéria, onde estão a receber tratamento.

Esta não é a primeira vez que um incidente deste tipo foi registado. No final do passado mês de Junho, um camião-cisterna incendiou-se numa estrada perto de Lagos, sudoeste da Nigéria, tendo provocado a morte de pelo menos nove pessoas e meia centena de veículos arderam.

O mau estado das estradas da Nigéria e a má condução dos cidadãos seja devido a excesso de velocidade, sobrecarga de veículos ou condução imprudente levam a frequentes acidentes de trânsito, que custam a vida de milhares de pessoas por ano.

A Entidade Federal de Segurança Rodoviária assegurou que, cerca de 6.000 pessoas morrem a cada ano na Nigéria, mas os analistas do país estimam que o número real é muito maior, uma vez que inúmeros acidentes não são documentados.

Assuntos Nigéria  

Leia também