Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

15 Maio de 2019 | 08h58 - Actualizado em 15 Maio de 2019 | 17h24

Sudão: Militares e manifestantes acertam período de transição de três anos

Cartum - O Exército do Sudão anunciou nesta quarta-feira que chegou a um acordo com os representantes dos manifestantes para estabelecer um período de transição política de três anos, e que a composição de um Conselho Soberano será decidida em 24 horas, informou a AFP.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa do Sudão

Foto: Divulgação

"Chegamos a um acordo para um período de transição de três anos", declarou o general Yasser Atta, membro do Conselho Militar que assumiu o poder após a queda de Omar Al Bashir, em 11 de Abril.

Os manifestantes defendiam um período de transição de quatro anos, enquanto o Exército queria reduzi-lo para dois anos.

Segundo Atta, os seis primeiros meses da transição serão dedicados aos acordos de paz com os movimentos rebeldes do oeste e do sul do Sudão.

Em relação à futura Assembleia Legislativa, será formada por 300 membros, com até 67% de representantes dos manifestantes, agrupados na Aliança pela Liberdade e a Mudança (ALC), ponta de lança do movimento de protesto.

O restante da Assembleia será formado por forças políticas não afiliadas à ALC.

O general não mencionou qualquer acordo sobre a composição do Conselho Soberano, que será a maior autoridade no período de transição para a entrega do poder aos civis.

Mas Atta prometeu "um acordo total em menos de 24 horas".

Um representante da ALC, Madani Abbas Madani, confirmou os acordos e disse que as duas partes decidiram formar uma comissão de investigação sobre os actos violentos ocorridos na noite de segunda-feira, no qual morreram 6 pessoas.

Assuntos Conflito   Sudão  

Leia também
  • 13/05/2019 18:58:51

    Forças da ordem dispersam manifestações no Sudão

    Cartum - A polícia anti-motim dispersaram com gás lacrimogéneo os sudaneses que reclamam ao Conselho militar uma transição civil, na sequência da demissão do presidente Omar al-Bashir, no mês passado, informou hoje a imprensa.

  • 08/11/2018 11:44:06

    EUA condiciona retirada do Sudão da lista sobre terrorismo

    Washington - O governo norte-americano condicionou a retirada do Sudão da sua lista de Estados patrocinadores do terrorismo ao cumprimento de várias exigências por parte do país africano, soube-se de fonte oficial.

  • 31/10/2018 13:47:16

    Mo Ibrahim preocupado com persistência de conflitos armados em África

    Londres - O filantropo e o bilionário sudanês, Mo Ibrahim, alertou os líderes africanos no sentido de atacar as causas do aumento dos conflitos e movimentos armados em África, por ocasião da publicação do relatório anual do índice da sua fundação.