Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

08 Julho de 2019 | 14h23 - Actualizado em 08 Julho de 2019 | 14h22

RDC: António Guterres é esperado em Kinshasa - MONUSCO

Kinshasa - O secretário-geral da ONU, António Guterres, efectua, brevemente, uma visita à República Democrática do Congo (RDC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Secretário-Geral da ONU, António Guterres,

Foto: Francisco Miudo

A notícia foi avançada sábado último pela representante da ONU n Congo, Leila Zerrougui, a saída de um encontro com o Presidente Félix Tshisekedi.

A 09 de Julho de 2018, o responsável da ONU que se faria acompanhar do presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahamat, anulou uma visita a Kinshasa, por recusa das então autoridades congolesas.

Assuntos RDCongo  

Leia também
  • 08/07/2019 10:39:57

    RDC/Crimes no Ituri: TPI declara Bosco Ntanganda culpado

    Haia - A Câmara da primeira instância do Tribunal Penal Internacional (TPI) declarou nesta segunda-feira, Bosco Ntaganda, culpado pelos assassinatos, orientação intencional de ataques contra civis, violações; escravidão sexual, perseguições e pilhagem, considerados crimes de guerra e crimes contra a humanidade, na província do Ituri, Nordeste da República Democrática do Congo.

  • 08/07/2019 10:14:33

    RDC: TPI decide do julgamento de um chefe de guerra congolês

    Haia -O Tribunal Penal Internacional (TPI) decide nesta segunda-feira, em Haia, do julgamento do antigo chefe de guerra congolês, Bosco Ntaganda, preso desde 2013, por crimes de guerra e de presumíveis crimes contra a humanidade.

  • 05/07/2019 11:00:11

    Mais de 1.600 mortos por Ébola na RDC em 11 meses

    Kinshasa - A epidemia de Ébola, que afectar a República Democrática do Congo (RDC), causou 1.606 mortos desde que foi declarada em Agosto de 2018, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.