Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

02 Setembro de 2019 | 17h40 - Actualizado em 02 Setembro de 2019 | 20h35

Académica santomense recebe Doutoramento Honoris Causa

Lilongwe, Malawi - A académica santomense Inocência Mata recebeu, no dia 31 de Agosto último, em Lilongwe, no Malawi, um Doutoramento Honoris Causa, pelo pólo local da Cypress International Institute University, do estado norte-americano do Texas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Inocência Mata, académica e docente universitária santomense

Foto: Cedida

Professora Honorária em Literatura e Filosofia (Honorary Professorship in Literature and Philosophy) é a distinção atribuída a Inocência Mata, santomense de nacionalidade, residente em Portugal, docente da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, na Área de Literaturas, Artes e Culturas.

Para ser distinguida, segundo explicou à ANGOP, a académica contou com o apadrinhamento do escritor moçambicano Delmar Gonçalves e o professor português José Carlos Tiago de Oliveira, da Universidade de Évora, Portugal.

Como argumento de força, os dois proponentes evocaram o trabalho desenvolvido em Portugal por Inocência Mata, em prol das literaturas e culturas africanas na Europa, nas áreas de ensino, investigação e divulgação.

Igualmente membro correspondente da Academia Angolana de Letras (AAL) em Portugal, Inocência Mata já publicou vários livros sobre literatura angolana, além de outras obras sobre a literatura santomense e a teoria pós-colonial.

Figuram entre as obras por ela publicadas sobre literatura angolana:  “Silêncios e Falas de uma Voz Inquieta” (2001) e “Laços de Memória & Outros Ensaios sobre Literatura Angolana” (2006), estes dois esgotadíssimos, e “Ficção e História na Literatura Angolana” (2010/2011).

Como nota a reter, Inocência Mata faz questão em publicar as suas obras também em Angola (por exemplo, estas obras são publicadas em Angola e em Portugal).

Natural de São Tomé e Príncipe, a também membro da Comissão de Redacção da História da Literatura Angolana é especialista em literatura africana e doutorada em Letras pela Universidade de Lisboa, com um pós-doutoramento em Estudos Pós-coloniais pela Universidade de Califórnia, Berkeley.

É membro fundador da União Nacional de Escritores e Artistas de São Tomé e Príncipe (UNEAS), sócia honorária da União de Escritores Angolanos (UEA), membro correspondente da Academia das Ciências de Lisboa - Classe de Letras e da Academia Angolana de Letras, para além de associações de especialidade.

Em Setembro de 2018, tomou posse como correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa.

A académica tem recebido várias distinções, as duas últimas este ano, em Maio, no Príncipe, sua ilha natal, e, em Julho, na UFRN, Brasil, pelos seus pares, durante terceiro Congresso da Associação Internacional de Estudos Culturais e Literários Africanos (AFROLIC, fundada em 2010).

Inocência Mata é autora de uma vasta produção literária e científica, tem fortes ligações familiares a Angola, país onde residiu e fez parte dos seus estudos, antes de fixar residência permanente em Portugal, a partir de 1980.

Leia também