Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

10 Setembro de 2019 | 16h27 - Actualizado em 10 Setembro de 2019 | 16h27

FAO lança projectos agrícolas em São Tomé avaliados em mais de USD 230 mil

São Tomé - A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) lançou hoje em São Tomé quatro projectos para o desenvolvimento agrícola avaliados em 234 mil dólares (quase 212 mil euros), indicou fonte governamental.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo da FAO

Foto: Divulgação

Os projectos, cujo período de implementação decorrem desde Maio deste ano até Abril de 2021, visam a "capitalização e valorização de produtos hortícolas para a segurança alimentar e nutricional".

O ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, Francisco Ramos, considerou que estes projectos vão beneficiar o desenvolvimento sustentável da agricultura são-tomense.

"O país tem vindo a importar desde sempre a maioria de produtos alimentares de primeira necessidade, aos quais se associam os riscos de consumo de alimentos altamente processados e com níveis elevados de açúcar, sal, gorduras, muitos dos quais chegam ao nosso mercado mal rotulados, num contexto exacerbadamente marcado pela liberalização interna descontrolada de políticas comerciais", disse o ministro.

O Governo considera que a economia do país "é muito pouco diversificada e a agricultura continua a ser o sector predominante", com uma contribuição de cerca de 20 por cento para o Produto Interno Bruto (PIB) nacional.

Um relatório deste ministério a que a Lusa teve acesso indica que a agricultura ocupa quase 60 por cento da população activa do arquipélago e é praticada por pequenos agricultores, que têm "imensas dificuldades para se desenvolver", provocando "uma forte pressão demográfica sobre as cidades" e "causando uma considerável degradação da produção e das condições de vida das populações".

O Governo considera que "é necessário e indispensável alterar esse quadro, sob pena do país continuar a padecer de carências nutricionais".

O representante da FAO, Argentino Espírito Santo, defendeu que este projecto destina-se "fundamentalmente ao sector da produção agrícola", desejando que a sua execução "tenha sucesso" e que "no final seja possível "ganhar confiança suficiente" para que a FAO "possa programar uma acção mais ampla" nesta área.

Leia também
  • 06/09/2019 12:23:57

    Cabo Verde: Governo anuncia com um "muito bom" ano agrícola

    Praia - O Governo não conta com um "muito bom" ano agrícola, apesar das previsões pluviométricas para, este ano, serem melhores do que as de 2018, disse quinta-feira, na cidade da Praia, o ministro da Agricultura e Ambiente, Gilberto Silva, noticiou a PANA.

  • 05/09/2019 16:54:56

    Moçambique vai ter primeira lei de agricultura em 2020

    Maputo - Moçambique vai ter a primeira lei da agricultura no próximo ano, como contributo para a melhoria do desempenho do sector e articulação entre as diferentes entidades da área, anunciou fonte do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA).

  • 02/09/2019 18:04:51

    Cabo Verde promete combater entrada clandestina de munições

    Praia - O ministro da Administração Interna cabo-verdiano, Paulo Rocha, disse hoje (2) que o Governo está a fazer uma "aposta forte" para combater a entrada clandestina de munições no país e, dessa forma, diminuir os crimes com arma de fogo.