Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

09 Setembro de 2019 | 23h16 - Actualizado em 09 Setembro de 2019 | 23h16

Jornalista tchadiano a contas com justiça por difamação em França

Paris - O jornalista tchadiano Makaila Nguelba deverá comparecer diante da justiça francesa, a 17 de Setembro, para responder a um processo por difamação ao governador do Banco dos Estados da África Central (BEAC), Abbas Mahamat Tolli, noticia a Pana, na capital francesa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 

Refugiado político em França, o jornalista divulgou um artigo intitulado “Tchad: o decretado governador Abbas Tolli”, editado a 10 de Novembro de 2017 por um anónimo e que denuncia desvios de fundos e o clientelismo do governador do BEAC, sobrinho do Presidente tchadiano, Idriss Deby Itno.

O artigo acusa Abbas Tolli de ter acumulado dinheiro e de contribuir assim para a pilhagem do Estado tchadiano.

Também atribuiu a este último práticas de clientelismo por ter nomeado um seu primo director-geral do Banco da Habitação no Tchad, e de favoritismo por ter contratado “Congoleses e Centroafricanos como seus secretários”.

Para se defender diante da jurisdição francesa, Makaila Ngubla fez apelo a William Bourdon, advogado especializado, entre outros, no direito de imprensa e de edição, e defensor reconhecido dos direitos humanos.

A Casa dos Jornalistas, que acolhe profissionais da imprensa refugiados políticos em França, apoia também o jornalista através duma testemunha, revelando a moralidade de Nguelba, seu engajamentos jornalísticos e lembrando o contexto político no Tchad.

Assuntos Justiça  

Leia também
  • 05/09/2019 15:17:14

    Prisão preventiva para sequestrador de família de gerente bancário em Cabo Verde

    Praia - Um homem detido por suspeita de crimes de roubo com arma de fogo e sequestro de um familiar de um gerente bancário, ocorridos na cidade de Praia, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, divulgaram hoje as autoridades policiais cabo-verdianas, citadas pela Lusa.

  • 29/08/2019 10:17:00

    Ex-perfeita de Thekwini em tribunal para reintegração ao cargo

    Pretória - A ex-prefeita do município sul-africano de Thekwini Zandile Gumede ameaçou hoje, em Pretória, reivindicar em tribunal a sua reintegração no antigo cargo, da qual foi afastada pelo Congresso Nacional Africano (ANC) por suposta corrupção, noticiou a Prensa Latina.

  • 20/08/2019 13:01:08

    Nove arguidos do escândalo das dívidas ocultas detido em Maputo

    Maputo - Nove arguidos acusados de envolvimento no escândalo das dívidas ocultas em Moçambique foram detidos segunda-feira, passando a 19 o número de pessoas presas ao abrigo deste processo, disse à Lusa fonte do Ministério público moçambicano.