Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

10 Abril de 2020 | 22h46 - Actualizado em 10 Abril de 2020 | 22h46

Principais momentos da vida do antigo Presidente sudanês Omar al-Bashir

Luanda - Cronologia dos principais momentos da vida de Omar al-Bashir, antigo Presidente do Sudão, que liderou durante o país durante quase trinta anos, destituído em abril do ano passado, e que deverá ser entregue ao Tribunal Penal Internacional (TPI) por crimes de guerra.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Antigo Presidente do Sudão, Omar al-Bashir

Foto: ASHRAF SHAZLY

- 01 de Janeiro de 1944: Nasce no seio de uma família rural em Hosh Bannaga, a norte da capital sudanesa, Cartum.

- 1973: Enquanto militar, integra a guerra árabe-israelita.

- 30 de Junho de 1989: Assume o poder através de um golpe de Estado, apoiado pelos islamitas, contra o Governo de Sadek al-Mahdi, democraticamente eleito.

- 2003: Inicia o destacamento das suas tropas contra uma rebelião em Darfur, oeste do Sudão. Segundo as Nações Unidas, o conflito provocou mais de 300.000 mortes.

- 2005: Alcança um acordo de paz com os rebeldes do sul após uma guerra civil que se prolongou por 21 anos.

- 04 de Março de 2009: O TPI, sediado em Haia, nos Países Baixos, emite um mandado de detenção do chefe de Estado sudanês por "crimes de guerra" e "crimes contra a humanidade" cometidos.

- 12 de Julho de 2010: O TPI emite um novo mandado, desta vez acusando o então Presidente sudanês de "genocídio".
- 26 Abril 2010: É eleito Presidente nas primeiras eleições multipartidárias. Viria a ser reeleito em 2015.
- 2011: Sudão do Sul declara a sua independência, provocando a perda de três quartos das reservas de petróleo de Cartum.
- Setembro e Outubro de 2013: Sudão é palco de manifestações sem precedentes contra o aumento dos preços dos combustíveis.
-19 de Dezembro de 2018: População inicia onda de protestos em vários pontos do país em resposta ao aumento do preço do pão, que triplicara.
- 11 de Abril de 2019: É destituído e colocado na prisão após quatro meses de protestos da população que foram severamente reprimidos pelas autoridades
- 14 de Dezembro de 2019: É condenado a dois anos de prisão por corrupção. Omar al-Bashir é ainda acusado de assassinatos cometidos durante as manifestações que resultaram na sua destituição, assim como a um mandado de prisão emitido pelas autoridades pelo seu papel no golpe de Estado em 1989.
- 08 de Abril de 2020: Um tribunal de recurso confirma a condenação de al-Bashir a dois anos de prisão num centro correccional para idosos por crimes de corrupção.

Assuntos Sudão  

Leia também