Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

15 Setembro de 2020 | 16h45 - Actualizado em 15 Setembro de 2020 | 16h45

Côte d'Ivoire: Ex-presidente da Assembleia contesta rejeição da sua candidatura às eleições

Ouagadougou, Burkina Faso - O ex-presidente da Assembleia Nacional da Côte d'Ivoire, Guillaume Soro, contestou, nesta segunda-feira à noite, a rejeição da sua candidatura às eleições presidenciais de 31 de outubro próximo no país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Contesto vigorosamente a decisão injusta e infundada tomada segunda-feira, 14 de Setembro de 2020, pelo Conselho Constitucional. Considero-a uma decisão iníqua, politicamente motivada, juridicamente defeituosa e que se inscreve numa lógica de aniquilação da democracia e do Estado de Direito", indignou-se o demissionário presidente do Parlamento ivoiriense, na sua página Facebook.

Para ele, o Conselho Constitucional, liderado por Mamadou Koné acaba de aprovar, sem surpresa, a deslealdade e o perjúrio de Alassane Ouattara (actual chefe do Estado ivoiriense), consagrando assim a submissão do Direito da lei e da justiça ao poder discrecionário da RHDP (Coligação dos Houphouetistas para a Democracia e Paz) e do seu presidente, Alassane Ouattara.

"Não podemos aceitar este Golpe de Estado aprovado pelo Conselho Constitucional. Nestas circunstâncias, estou a anunciar que vamos empreender uma nova etapa da nossa luta pela democracia no nosso país. Ela será renhida, mas ganhá-la-emos sem dúvida nenhuma", concluiu Soro.

Assuntos Eleições  

Leia também