Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

29 Junho de 2018 | 12h07 - Actualizado em 29 Junho de 2018 | 12h05

Angolano vence concurso tecnológico na China

Luanda - O estudante angolano Brunilde Pedro Sacramento Mandinga venceu, na China, a IV edição do concurso "Electronic Design and Internet of things (IoT)", organizado pela empresa chinesa Neoway, vocacionada ao fabrico de matérias electrónicos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O autor que estuda na China venceu a terceira edição, em Novembro de 2017, e a última, em Março deste ano, no evento para avaliação de projectos das áreas da ciência e tecnologia, sociedade e sustentabilidade.

O concorrente angolano venceu a edição 2018 com o projecto de Geração de Energia pela Caminhada (Power By Riding - PBR) que utiliza uma bicicleta para este fim.

O sistema utiliza um material piezelétrico acoplado ao assento e aos pedais da bicicleta, convertendo a sua pressão e deformação em energia eléctrica, capaz de carregar aparelhos de telefonia móvel e computador.

Para esta edição, organizada pelo Instituto de Inovação da Universidade de Ciência e Tecnologia de Huazhong, foram seleccionados 10 grupos que podem ter cinco pessoas no máximo.

Em 2017, Brunilde Mandinga venceu com o projecto “WeGoZhinengXie”, calçado inteligente.

“O calçado inteligente é composto por uma palmilha de acetato-vinilo de etileno (EVA) que é posicionada em direcção às articulações dos pés, nomeadamente a articulação metatarsofalângica que permite o pé apoiar-se sobre os dedos durante uma caminhada e a articulação interfângica, mantendo a estabilidade durante a pressão sobre o solo” - explicou Brunilde Mandinga.

O calçado possui um dispositivo de controlo térmico que permite fazer a leitura da temperatura no interior e exterior do calçado, que pode ser ajustada de acordo com a região climatérica. Incorpora GPS e módulo de comunicação GPRS, para localização de vítimas em caso de incidentes como desabamento de terra ou queda de um edifício.

Os dois projectos encontram-se em processo de patente e serão tutelados pelo centro de patentes da Universidade de Ciência e Tecnologia da Huazhong - Huazhong University of Science and Technology) para uma produção industrial.

Nesta edição, há o registo de 54 candidaturas, das quais 36 foram aprovadas e nove chegaram a final

Este concurso começou em Março e visa seleccionar as 20 melhores iniciativas de empreendedorismo, com prioridade para os cidadãos dos países africanos.

Assuntos Concurso   Tecnologias  

Leia também
  • 26/06/2018 13:15:45

    Angola deve aprimorar legislação sobre protecção de dados

    Luanda - O presidente do Conselho de Administração da SISTEC, Rui Santos, disse hoje, em Luanda, que o país está bem servido em termos de tecnologia de protecção de dados, mas deve aprimorar a legislação com vista a um sistema robusto.

  • 26/06/2018 12:52:22

    Especialista defende atenção à catalogação e protecção de dados

    Luanda - O director da Empresa de Sistemas, Tecnologias e Industria SISTEC, Nuno Vidal, defendeu hoje (terça-feira), em Luanda, maior atenção à catalogação e protecção de dados, para se evitarem ataques e invasões nos sistemas informáticos das empresas

  • 21/06/2018 19:54:44

    Executivo assegura apoio às pequenas empresas startups

    Luanda - O Executivo angolano tem várias iniciativas para apoiar às pequenas empresas "startup", abrindo deste modo uma oportunidade aos jovens que queiram entrar no mercado das TIC, disse nesta quinta-feira, em Luanda, o secretário de Estado para área das Telecomunicações, Manuel Homem.