Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

02 Fevereiro de 2018 | 15h05 - Actualizado em 08 Fevereiro de 2018 | 18h11

Defendida necessidade de formação regular dos treinadores angolanos

Luanda - A dignificação dos treinadores angolanos passa pela sua formação constante, para que lhes seja dado o devido valor, disse hoje, em Luanda, o secretário geral do Instituto Superior de Educação Física e Desportos, Moisés Graneira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vivaldo Eduardo, Técnico da andebol feminino do Petro de Luanda

Foto: Rosario dos Santos

Moisés Graneira, secretário geral do ISEFD

Foto: Rosario dos Santos

Esta posição foi apresentada hoje, na galeria dos desportos, durante uma palestra subordinada “Paradigma de formação de agente desportivo”, em que o prelector disse ser urgente a formação regular com a devida certificação no sentido de desenvolverem o seu trabalho com a qualidade que se exige.

“Infelizmente a formação no âmbito do treinamento não está regulamentada em Angola. É um desafio que existe porque só assim Angola poderá dar outros saltos qualitativos em todas as modalidades”, disse.

Durante  a sua comunicação, o Graneira referiu que muito do treinamento que hoje se efectua em Angola já faz parte do passado, visto que alguns treinadores há muito que deixaram de fazer actualização e o melhoramentos dos níveis exigidos pelas grandes instituições desportivas internacionais.

Na sua óptica, apesar do sucesso até agora alcançado pelas selecções de basquetebol e andebol com treinadores nacionais nível continental, existe a necessidade de os técnicos darem prosseguimento à sua formação com uma base alargada.

Citou como exemplo que treinadores como Vivaldo Eduardo, presente no acto, antigo seleccionador nacional sénior feminino de andebol, devem ser potenciados pelo órgão que superintende o desporto em Angola no sentido de passarem o seu conhecimento técnico desportivo aos outros com menos formação técnica e académica, dentro e fora do país.

Antes numa outra palestra, Raimundo Ricardo (antigo director nacional dos desportos) abordou o tema “Formação de quadros para o apoio da política desportiva em Angola".

Leia também
  • 17/03/2018 20:49:46

    Golfe: Praticantes regozijados com existência de Federação

    Luanda - Vários associados do golfe expressaram hoje, em Luanda, regozijo pela constituição e eleição dos órgãos sociais da nova Federação Angolana da modalidade (FAGOLFE).

  • 17/03/2018 20:33:13

    Golfe: Meia centena de associados votam para nova Federação

    Luanda - Mais de meia centena de associados efectuaram já hoje, em Luanda, a primeira sessão de votação dos órgãos sociais da nova Federação Angolana de Golfe (FAGOLFE), para o período de 2018/2020, cuja direcção executiva é presidida pelo economista Almir Soares.

  • 17/03/2018 20:00:55

    Ministra dos desportos felicita 1º de Agosto

    Luanda - A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, felicitou neste sábado, em Luanda, o clube 1º de Agosto pela qualificação da equipa de futebol à liga dos clubes Campeões de África.

  • 17/03/2018 18:16:10

    Afrotaças: 1º de Agosto na fase de grupos

    Luanda - O 1º de Agosto qualificou-se neste sábado para a fase de grupos da Liga de Clubes Campeões de África, ao vencer o Bidvest Wist da África do Sul, por 3-2, aos penaltes.