Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

12 Outubro de 2018 | 00h01 - Actualizado em 12 Outubro de 2018 | 16h25

Hóquei em patins: Presidente da FAP admite apuramento ao mundial

Luanda - O presidente da Federação Angolana de Patinagem (FAP), Hirondino Garcia, admitiu quinta-feira, em Luanda, a grande possibilidade da selecção nacional lutar por resultado positivo no Campeonato Africano de Maputo (Moçambique) e conseguir o apuramento ao Mundial de Espanha.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Mundial de Hóquei em Patins: Angola X África do Sul

Foto: Lucas Neto

Presidente da Federação Angolana de Patinagem, Hirondino Garcia

Foto: Joaquina Bento

Em antevisão a prova continental, que se disputa de 9 a 12 de Novembro, na capital moçambicana, o dirigente desportivo referiu à Angop, que a equipa angolana estará engajada numa preparação adequada, que lhe permita aumentar a sua capacidade competitiva e superar os adversários.     

"Há um grande esforço por parte da FAP, selecção nacional e demais entidades, para que possamos lutar por resultado positivo no Campeonato Africano das Nações. A nossa equipa está bem e tem fortes possibilidades de qualificação ao Mundial2019, em Espanha. Sei que não será uma competição fácil, principalmente, por enfrentarmos os moçambicanos no seu país. Por isso, a selecção vai dedicar-se", disse.           

Quanto ao conjunto nacional, vinte e um jogadores foram seleccionados, esta quarta-feira, na capital do país, pelo treinador Fernando Fallé.

Os guarda-redes Dorivaldo Francisco (Petro de Luanda) e Beto (1º de Agosto) e os atletas de campo Ny, da Académica de Luanda, Zinade e Bruno, ambos do Petro de Luanda, marcam a sua primeira aparição a nível da pré-selecção nacional sénior.

Completam o grupo Pedro Watanga, Anderson Silva "Nery", Adilson Diogo "Pi", Márcio Fernandes, Airton Chissangana "Geovety", Walter, Martin Payero (Académica), Estevão Dala (Marinha), Sérgio Lukukurico, João António "Jú", Francisco Luís "Guedes" (1º de Agosto), André Centeno (Valdano de Itália), Francisco Veludo (Vircelli de Itália), Humberto Mendes "Big" (Noia de Espanha) e João Pinto (Sporting de Portugal).

De acordo com a programação divulgada pelo seleccionador, Fernando Fallé, em conferência de imprensa, na sede da FAP, apenas 10 hoquistas representarão o país no africano, que conta com a participação, além de Angola, de Moçambique, África do Sul e Egipto. O vencedor apura-se para o mundial de 2019, a ter lugar em Barcelona (Espanha).

Os trabalhos iniciam dia 29 deste mês, só com os jogadores que actuam no país, devendo a outra etapa acontecer entre quatro e seis de Novembro já com os internacionais. A viagem para Maputo está marcada para o dia sete de Novembro.

Assuntos Hóquei em Patins  

Leia também
  • 05/11/2018 18:28:57

    Hóquei em patins: Fase do título começa a ser jogada quarta-feira

    Luanda - O jogo entre a Académica de Luanda e a Marinha de Guerra constitui o cartaz das meias-finais do campeonato nacional sénior masculino de hóquei em patins, a ser disputado em playoff, a melhor de três partidas, no pavilhão anexo da Cidadela.

  • 02/11/2018 08:07:02

    Hóquei em patins: Equipa do Lobito próximo das meias-finais

    Luanda - A equipa sénior masculina de hóquei em patins do Hóquei Clube do Lobito, está próxima de garantir a inédita presença nas meias-finais do campeonato nacional.

  • 20/10/2018 23:19:02

    Hóquei em patins: Sexta jornada registada por duas goleadas

    Luanda - A sexta jornada do campeonato nacional sénior masculino de hóquei em patins, fez disputar hoje a sexta jornada que ficou marcada por duas goleadas aplicadas pela Académica de Luanda e 1 º de Agosto.

  • 18/10/2018 05:21:55

    FAP protesta adiamento do africano

    Luanda - A Federação Angolana de Patinagem (FAP) apresentará uma nota de protesto à Confederação Africana indicando insatisfação pelo adiamento "sine die" do Campeonato Africano por parte de Moçambique, inicialmente marcado para de 9 a 11 de Novembro, na cidade de Maputo.