Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

24 Março de 2020 | 17h13 - Actualizado em 24 Março de 2020 | 17h25

Xadrez: Angolano pode sagrar-se GM

Luanda - O primeiro título de Grande Mestre para Angola em xadrez (GM) pode chegar por via do Mestre Fide (MF) Sérgio Miguel, até então o caminho menos equacionado pela Federação Angolana da modalidade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sérgio Miguel próximo do título de Grande Mestre

Foto: Marcelino Camões

Apesar de faltar-lhe ainda o título de Mestre Internacional (MI), o jogador alcançou a pontuação Elo de 2.375, força de jogo cujos regulamentos da Federação Internacional de Xadrez (FIDE) permite atingir a graduação maior da modalidade.

Para o efeito, Sérgio Miguel, 36 anos, terá de obter três normas internacionais e elevar a sua pontuação acima dos 2.450 pts, participando e vencendo provas reconhecidas pelo órgão reitor do jogo ciência no mundo.

No entanto, a forma mais directa de obtenção da distinção atribuída pela FIDE passa pela conquista de um dos três primeiros lugares da classificação em um Campeonato Africano individual absoluto.

Entre os angolanos MI, David Silva também está próximo da distinção com 2.257 pontos. Falta-lhe as três normais e subida ao pódio, no mínimo, em um campeonato continental absoluto.

O país possui mais seis MI, nomeadamente, Adérito Pedro (2.310), Erikson Soares (2.273), Eugénio Campos (2.247), Catarino Domingos (2.210), Amorim Agnelo (2.119) e Luciano Oliveira (2.115).

Em femininos, a atleta mais próxima de atingir o feito é Esperança Caxita. A MI  tem uma força de jogo de 1.878, além da vantagem de possuir já as três normais internacionais, faltando-lhe apenas atingir os 2.300 pontos exigidos pela FIDE para o  escalão.

A jogadora do 1º de Agosto é tricampeã africana de juniores (2013, 2014 e 2016), campeã africana da zona 4.3 (2019), pentacampeã africana das nações (2013, 2016, 2017, 2018, 2019), campeã nacional em juvenis (2012), campeã em juniores (2016) e representou Angola em quatro olimpíadas (2012, 2014, 2016 e 2018).

Assuntos Xadrez  

Leia também
  • 21/03/2020 18:56:18

    José Borges revalida Taça Cabeto em Xadrez

    Malanje - O xadrezista José Borges revalidou hoje (sábado) o título de campeão provincial da Taça Cabeto em Xadrez, com sete pontos, fruto de igual número de vitórias.

  • 16/03/2020 12:54:36

    Xadrez: Agostinho Diogo conquista zonal B

    Uíge - O atleta Agostinho Diogo, da selecção militar, venceu domingo, na cidade do Uíge, a 41ª edição do "Zonal B" em xadrez, com sete pontos, e apurou-se para o Campeonato Nacional da modalidade, a decorrer em Abril deste ano, em Luanda.

  • 11/03/2020 18:48:30

    Caxita referência de Angola no Zonal Africano

    Luanda - A Mestre Internacional (MI) Esperança Caxita é a referência da selecção nacional de xadrez que participará no Zonal Africano 4.5, a disputar-se de 27 de Março a 5 de Abril próximo, no Lesoto.