Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Dezembro de 2017 | 15h09 - Actualizado em 11 Dezembro de 2017 | 15h07

Venda ambulante afugenta clientes do mercado municipal

Mbanza Kongo - O comércio informal ambulante feito em locais impróprios, na cidade de Mbanza Kongo, província do Zaire, está a afastar os clientes que frequentam o mercado municipal, localizado na zona da Bela Vista, bairro 11 de Novembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Vendedores em Mbanza Kongo abandonam Mercado Municipal

Foto: Pedro Moniz Vidal

Alguns vendedores que ainda exercem a sua actividade no mercado oficial da Bela Vista afirmaram que esta situação está a provocar  a falência nos seus negócios pois os clientes preferem adquirir os produtos de que necessitam aos comerciantes ambulantes ou em mercados próximos do casco urbano.

Em declarações hoje, segunda-feira, à Angop, o tesoureiro do mercado da Bela Vista, Afonso Baki, lamentou a fuga de vendedores para outros locais desautorizados e pediu às autoridades administrativas à tomada de medidas para desencorajar esta prática.

Explicou que há uma semana a administração municipal obrigou os vendedores ambulantes a retomarem as suas bancadas no mercado oficial, mas a medida foi de pouca duração, uma vez que, depois de dois dias, os feirantes voltaram aos seus locais habituais.

O responsável informou que foi fixado um período de sensibilização (não referenciado), e logo que este terminar as autoridades serão obrigadas a tomar outras medidas administrativas para punir os eventuais incumpridores.

O mercado da Bela Vista dispõe de duas naves com cerca de mil e 24 bancadas e tem espaço suficiente para acolher os vendedores que decidirem exercer a actividade em condições codignas.

Inaugurado em Novembro de 2015, comporta 17 lojas, um matadouro, uma creche, três snack-bares, padaria, duas fábricas de gelo, igual número de câmaras frigoríficas, cinco armazéns, currais para suínos e caprinos, uma capoeira, pastelaria, posto de socorro, balneários e uma área administrativa.

Leia também
  • 08/11/2018 12:01:22

    Projecto agrícola de Lukunga prevê colher 161 toneladas de produtos

    Mbanza Kongo - Cento e 61 toneladas de produtos agrícolas diversos esperam ser colhidas na campanha 2018/2019 na fazenda denominada Colina de Lukunga, no município do Tomboco, província do Zaire.

  • 05/11/2018 16:51:45

    Clientes do BPC agastados com encerramento do balcão

    Mbanza Kongo - Os clientes do Banco de Poupança e Crédito (BPC) em Mbanza Kongo, província do Zaire, reconheceram hoje, segunda-feira, estarem a atravessar imensas dificuldades nas transacções bancárias com o encerramento, há dias, do segundo posto de atendimento nesta cidade.

  • 05/11/2018 12:58:56

    BPC encerra balcão em Mbanza Kongo

    Mbanza Kongo - O Banco de Poupança e Crédito (BPC) procedeu, há dias, ao encerramento do seu segundo balcão de atendimento na cidade de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire, soube hoje, segunda-feira, a Angop.

  • 02/11/2018 12:24:13

    Israel disponibiliza USD 300 milhões para projectos agrícolas

    Mbanza Kongo - Trezentos milhões de dólares norte americanos é o valor que o Estado de Israel dispõe para financiar projectos agrícolas em Angola, anunciou quinta-feira, no município do Tomboco, província do Zaire, o seu embaixador, Oren Rozenblat.