Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Junho de 2017 | 11h33 - Actualizado em 17 Junho de 2017 | 11h32

Angola: Associação indica vias para auto-suficiência no sector avícola

Luanda - O alcance da auto-suficiência no sector avícola do país, com uma capacidade actual instalada de quatro milhões de aves, depende em medida da produção em grande escala do milho e soja, para produção de ração animal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

MPLA promete aumentar produção de aves

Foto: angop

80 porcento das necessidades do país em termos de ovos serão satisfeitas

Foto: angop

Hoje em função da crise que o país vive, somente 30 porcento da capacidade do sector está em operação e 50 porcento dos pequenos produtores paralisaram totalmente a actividade.

Para inverter a situação, o MPLA, no seu programa de Governo para 2017-2022, traçou políticas e medidas de políticas que visam aumentar rapidamente a produção interna de ovos e frangos.

Caso receba o beneplácito do povo nas eleições de 23 de Agosto próximo, o partido que governa Angola promete, com base no seu programa, em cobrir 80 porcento das necessidades domésticas em ovos e 30 porcento da carne de frango.

A propósito desta meta de aumento da produção de ovos e frangos, a vice-presidente da Associação Nacional dos Avicultores de Angola (Anavi), Maria Vitoriano, disse à Angop ser possível o MPLA atingir o objectivo a que se propõe, quer a nível de produção de ovo, quer de frango, uma vez que regista, de modo significativo, o aumento da disponibilidade de milho e soja.

Argumentou que a produção de ovos e frangos em grande escala, neste período 2017-2022, será impulsionada pela entrada em funcionamento de novos centros de cultivo de cereais nas províncias do Cuanza Sul e Malanje que já tem áreas delimitadas para produção de milho, e no Huambo que já é notável a produção de soja e milho.

Em relação à produção de milho, o MPLA promete subir a produção de cereais de dois milhões para cinco milhões de toneladas/ ano.

Para a cobertura em 30 porcento das necessidades domésticas em frango, a gestora da  Anavi explicou que se necessita de mais milho e soja, porque quando se faz o frango de engorda a ave alimenta-se muito.

Para a produção de carne de frango, da ordem de 20 mil toneladas/ano, para o efeito a produção de grãos de milho e soja, deverá alcançar as 400 mil toneladas/ano, o que corresponderá ter à volta de 40 mil hectares.

Salientou que ao se adoptar como referência a média mundial de consumo à volta dos 9 kg/habitantes/ano, equivalente a cada angolano comer um ovo a cada três dias, será necessária uma produção de 10 milhões de ovos/dia, o que corresponde necessidades em milho e soja na ordem de 500 mil toneladas/ano.

Fez saber que o sector avícola está a trabalhar no entendimento em relação a demanda de cereais para pôr em marcha a capacidade já instalada no país, de 4 milhões de ovos/dia e para a produção de frango.

A associação possui uma de produção de um milhões e 94 aves e 733 mil e 656 ovos/dia. Pretende repovoar a capacidade instalada para corrigir a capacidade reprimida de 797 mil ovos/dia, através da importação de pintos e ovos férteis e de milho.

A ANAVI pretende a médio prazo, em parceria com grupos de empresários locais, implementar numa área de 40 mil hectares, a produção anual de 400 mil toneladas milho e soja, para entrega de quatro milhões de ovos/dia e 20 mil toneladas de carne de frango/ ano.

A Associação Nacional dos avicultores de Angola fundada em 1990 conta com 118 associados.

Leia também
  • 16/06/2017 19:08:58

    Angola: Mais de 29 mil toneladas de fertilizantes chegam ao país

    Luanda - Mais de 29 mil toneladas de fertilizantes, provenientes do Reino de Marrocos, chegaram hoje (sexta-feira), em Luanda, para permitir aumentar a produção agrícola no país, num acto presenciado pelo ministro da Agricultura, Marcos Nhunga.

  • 14/06/2017 15:33:55

    Angola: Mais de 228 mil m3 de madeira serão explorados este ano

    Luanda - Pelo menos 228 mil e 864 metros cúbicos de madeira em toro serão licenciados e explorados este ano em todo o país, durante a campanha florestal aberta nesta segunda-feira e com encerramento marcado para 31 de Outubro, de acordo com o Decreto Presidencial de 9 de Junho, publicado no Diário da República.

  • 02/06/2017 06:54:30

    Ministério da Agricultura garante apoio ao sector avícola nacional

    Luanda- O secretário de Estado da Agricultura, José Amaro Taty, defendeu, em Luanda, a necessidade da criação da Central Avícola Nacional, como uma mais-valia para o sector.