Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Julho de 2018 | 17h14 - Actualizado em 10 Julho de 2018 | 17h14

Avicultores precisam de USD 50 mil para instalar fábrica de ração

Saurimo - Cinquenta mil dólares norte-americanos é o valor que os avicultores das províncias da Lunda Sul e Moxico precisam para instalar uma fábrica de ração a fim de apoiar os empresários do sector, disse hoje o representante da Associação Nacional de Avicultores na região, Carlos Camute.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lunda Sul: Galinhas no aviário

Foto: ANGOP

Em declarações à Angop, o avicultor disse que a referida organização tem estado a trabalhar no sentido de obter empréstimos, através de empresários, para a efectivação deste projecto, que visa reduzir em cerca de 50 porcento dos actuais custos da ração (11 mil kwanzas o saco de 50 kg).

Questionado se já solicitou créditos bancários para finanaciar a iniciativa, disse que não devido a burocracia e morosidade no atendimento. Explicou que a direcção da associação prefere l recorrer a empresários nacionais e estrangeiros para obter tais valores.

Fez saber que tenciona instalar a fábrica no município do Luena (Moxico) por ser o maior produtor de milho e soja na região leste do país.

Acrescentou que a concretização deste projecto, caso os empresários financiem, contribuirá para o surgimento de mais produtores de ovos na região e consequentemente a reduzição da importação do produto, assim como criará mais postos de trabalho.

Informou que a província conta com seis aviários, quatro dos quais inoperantes, por falta e subida do preço da ração no mercado, que disparou de três kwanzas para 11 mil o saco de 50 quilogramas.

Os dois aviários com cerca de dois mil bicos produzem três mil ovos/dia, contra os 20 mil de há quatro anos , quando os seis aviários funcionavam.

A Lunda Sul tem uma capacidade instalada de cinco mil bicos, dos quais apenas dois mil estão em produção.

 

Leia também
  • 05/11/2018 12:48:21

    Camponeses de Nacatenga recebem inputs agrícolas

    Saurimo - Vários "inputs agrícolas" e sementes, como sementes de milho, adubos, enxadas, catanas e outros meios, foram entregues domingo, na aldeia do Nacatenga, 20 quilómetros da comuna do Muriege, município do Muconda (Lunda Sul), com vista a aumentar a produção.

  • 22/10/2018 14:35:58

    Governo e Catoca analisam investimentos socioeconómicos

    Saurimo - O governo da Lunda Sul e a Sociedade Mineira de Catoca estudam a possibilidade de aprofundar e melhorar a cooperação existente nos domínios da educação, saúde, agricultura e desporto, nos próximos quatro anos.

  • 22/10/2018 14:26:40

    Sobas devem denunciar garimpeiros ilegais nas zonas diamantíferas

    Cacolo - A necessidade das autoridades tradicionais sedeadas no município do Cacolo, província da Lunda Sul, denunciarem a existência de garimpeiros ilegais nas zonas diamantíferas, foi defendida hoje, segunda-feira, em Saurimo, pelo governador provincial, Daniel Félix Neto.

  • 22/10/2018 14:15:28

    Gabinete da energia quer construir central fotovoltaica

    Cacolo - O Gabinete provincial da Energia e Água na província da Lunda Sul estuda a possibilidade de construir, no próximo ano, no município de Cacolo, numa primeira fase, uma central fotovoltaica, com capacidade para um megawatt, para oferecer energia eléctrica a mais de 27 mil habitantes.