Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Julho de 2018 | 07h22 - Actualizado em 13 Julho de 2018 | 07h22

FILDA/2018: Quarto dia reservado à indústria e aos petróleos

Luanda - Uma conferência sobre o sistema financeiro nacional e o seu papel no fomento empresarial, no contexto da diversificação da economia, vai dominar o quarto e penúltimo dia da 34ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018), dedicado à indústria e ao sector dos petróleos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

FILDA 2018

Foto: Gaspar dos Santos

FILDA 2018: Visitantes a filda

Foto: Gaspar dos Santos

Serão ainda abordados temas como "O papel dos institutos do Ministério da Indústria (IDIA e Ianorq)” e “Os desafios do Fomento empresarial no contexto da diversificação da economia ".  

À semelhança dos primeiros dias, na quinta-feira, os expositores, além de apresentarem os seus produtos e serviços, participaram nas conferências em que foram abordadas as linhas gerais da promoção e captação de investimento privado, procedimentos do processo de investimento privado, parcerias público privadas e potencial da sociedade de Desenvolvimento do pólo agro-industrial de Capanda.  

A 34ª edição, que decorre nas instalações da Zona Económica Especial Luanda Bengo (ZEELB), conta com 372 expositores de 15 países, um aumento de 125 expositores em relação a 2017.

Na exposição participam empresas de Angola (país anfitrião), África do Sul, Espanha, Estados Unidos da América, Gana, Holanda, Índia, Itália, Macau, Portugal, reino Unido, Rússia e Suécia. Fazem ainda parte Turquia, Uruguai, Japão e Moçambique que estão a expor numa área aproximada de três hectares.

Rússia e o Gana são os estreantes, enquanto o Brasil, tradicional participante, é o grande ausente desta edição, que decorre sob lema “Diversificar a Economia, Desenvolver o Sector Privado”.

Portugal continua a ser o maior expositor estrangeiro de sempre e desta vez vem com 25, contra 16 de 2017, mantendo deste modo a tradição.

A feira é uma promoção do Ministério da Economia, em parceria com a empresa Eventos Arena. Nela estão patentes produtos e serviços de vários sectores como do ambiente, energia e petróleos, agricultura, pecuária, bebidas, banca e seguros, comércio geral, turismo, hotelaria e construção.

Assuntos Feira  

Leia também
  • 13/07/2018 11:13:18

    FILDA/2018: Quarto dia reservado à indústria e aos petróleos

    Luanda - Uma conferência sobre o sistema financeiro nacional e o seu papel no fomento empresarial, no contexto da diversificação da economia, vai dominar o quarto e penúltimo dia da 34ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018), dedicado à indústria e ao sector dos petróleos.

  • 13/07/2018 08:50:54

    FILDA/2018: Produção interna em evidência na feira

    Luanda - A Feira Internacional de Luanda (FILDA/2018) está a permitir aos empresários nacionais mostrar aquilo que o país já pode produzir internamente, pelo facto exporem nesta 34ª edição produtos e serviços com elevada qualidade, afirmou nesta quinta-feira o secretário de Estado do Comércio, Amadeu Nunes.

  • 12/07/2018 19:17:26

    FILDA/2018: Angolanos e estrangeiros fecham negócios

    Luanda - Empresários da África do Sul, Itália e de Portugal, que participam pela primeira vez na Feira Internacional de Luanda (FILDA2018), firmaram parcerias com angolanos, no domínio do comércio, para fornecimento de produtos diversos.