Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Outubro de 2018 | 12h31 - Actualizado em 12 Outubro de 2018 | 12h31

População da Serra das Neves recebe meios agrícolas

Kamucuio - Diversos meios agrícolas foram entregues a comunidade da zona "Serra das Neves", município do Kamucuio, província do Namibe, pelo governador, Carlos da Rocha Cruz, no âmbito do combate à fome e à pobreza.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

rodutos do campo no Camucuio

Foto: Frederico Herculano

Namibe: Produtos do campo no Camucuio

Foto: Frederico Herculano

Namibe: Serra das neves no Camucuio, população abre caminho para melhor circulação da via

Foto: Frederico Herculano

Dos meios entregues, nessa quinta-feira, à população, para a prática da agricultura, consta enxadas, pás, catanas, charruas, limas e sementes de massambala, milho e feijão.

O governador, que visitou a localidade no âmbito das comemorações dos 101 anos da criação do município do Kamucuio, a 11 de Outubro de 1917, apelou a população a praticar a agricultura com maior intensidade, aproveitando esta altura do ano em que os solos estão bastante férteis e com água que facilita a irrigação das culturas.

“ Os meios são poucos mais vão ajudar as famílias que se dedicam a pratica da agricultura a trabalhar o campo e a produzir daí bens que servirão para o seu sustento “, disse o governante, no encontro que manteve com a população da Serra das Neves.

Garantiu ainda a população que tão logo haja disponibilidade financeira, o governo do Namibe vai adquirir sementes diversas e outros meios agrícolas que ajudarão o povo a intensificar o trabalho do campo, ajudando deste modo o estado no combate à fome e à pobreza.

Reconheceu ainda o forte engajamento demonstrado pelos camponeses da região na produção de massango, massambala e feijão, alimentos que segundo o governante tem nos últimos meses ajudado na dieta alimentar de muitas famílias do município do Kamucuio.

ASerra das Neves é uma zona turística do município do Kamucuio com uma altitude de 1.889 metros. Há cinco anos só era possível atingir este ponto por via aérea.

Hoje, com o trabalho feito pelos técnicos da administração e com ajuda da população, na abertura de picadas na Serra,  com remoção de pedras e árvores , o acesso hoje está mais facilitado, num percurso de 24 quilómetros, faltando apenas o trabalho de nivelamento e terraplanagem deste troço e assim facilitar a permanência de turistas e o escoamento de produtos do campo para outras localidades.

A serra das Neves conta com mais de três mil habitantes, na sua maioria pequenos camponeses e criadores de animais , como bovinos, caprinos, suínos e aves domésticas.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 08/11/2018 17:15:23

    Namibe inicia impressão de alvará comercial

    Moçâmedes - O Ministério do Comércio iniciou hoje, na cidade de Moçamedes, a impressão local do alvará comercial na província do Namibe.

  • 01/11/2018 18:00:06

    Mais de 72 mil cabeças de gado vacinadas

    Moçâmedes - Setenta e duas mil e 678 cabeças de gado bovino foram vacinadas na província do Namibe, contra pneumonia contagiosa, carbúnculo hemático, sintomático e dermatite nodular, de Maio a Outubro último, mais 62 mil e 681 em relação ao igual período anterior.

  • 30/10/2018 16:57:04

    Captura de pescado regista redução de quatro mil toneladas

    Moçamedes - A captura de pescado na província do Namibe atingiu, nos últimos seis meses do ano, nove mil e 34 toneladas de pescado diverso, uma redução de quatro mil e 541 toneladas em relação ao período homólogo de 2017.

  • 30/10/2018 16:40:43

    Obras do entreposto frigorífico de Moçamedes paralisadas

    Moçâmedes - As obras da construção do entreposto frigorífico no Saco-Mar, município de Moçamedes, estão paralisadas desde Agosto último, devido à falta de valores monetários, anunciou hoje o director provincial das Pescas e do Mar, Isaac Cativa Herculano.