Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Novembro de 2019 | 16h57 - Actualizado em 12 Novembro de 2019 | 17h13

Angola partilha experiência no simpósio sobre barragens

Luanda - Angola participa desde segunda-feira, na China, no VIII Simpósio Internacional sobre Barragens de Betão Compactados por Rolos -RCC-Dams.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Central do aproveitamento hidroeléctrico de Laúca

Foto: Roque Milton

Angola participa no 8º Simpósio Internacional sobre Barragens de Betão compactados por rolos -RCC-Dams na China

Foto: Foto cedida

No fórum, cujo encerramento está marcado para hoje (terça-feira), Angola participa com uma delegação da Empresa  Pública  de Produção  de Electricidade (PRODEL-EP).

A PRODEL foi convidada a dissertar sobre o “  Potencial  hidroeléctrico  e  centrais  hídricas  existentes em  Angola”,  tema apresentado pelo administrador  para produção  hídrica,  Pedro  Afonso.

O  evento é uma iniciativa da Organização da Chincold e Spaincold e reúne mais de 850 especialistas,  provenientes de   vários  países , para  troca  de  experiência  e informações  sobre  barragens.

Angola  participa  neste  evento na qualidade  de 2º  membro  Honorário  do ICLOD -  Comité  Internacional  de Grandes Barragens e o  5º quinto  de um  grupo de  seis países  que terminaram  o ano de 2018, a construção  de grandes  barragens  do tipo  rolo  compactado a betão, como o de aproveitamento  hidroeléctrico de Laúca, com uma capacidade instalada de dois mil e 70 MW.

Em termos  de  construção de  barragens com  rolos, a China  lidera a lista, apresentando cinco, a Etiópia,  Tailândia,  Vietman, Angola  e Myanmar, com um cada.

No âmbito do VIII  simpósio, estão previstas  visitas de  estudo  para os participantes partilharem  experiências  sobre  centrais  de aproveitamento  hidroeléctricos, como de  Laúca e Capanda.

Angola é   membro  do  Comité  Internacional  de Grandes  Barragens (ICLOD) desde  Junho de  2018.

Uma das exigências  internacionais é a operacionalidade  e o  estado  técnico  das  barragens  e  segurança  em relação  à construção e ao seu impacto  a montante e a jusante.


 

Leia também
  • 05/11/2019 20:38:32

    Angola e Hungria assinam acordos no sector da energia e águas

    Luanda - Os governos de Angola e da Hungria assinaram hoje, em Budapeste, dois memorandos de entendimento, sendo um no domínio da energia eléctrica e o outro sobre recursos hídricos.

  • 30/10/2019 20:29:29

    Minea denuncia campanha contra ministro

    Luanda - O Ministério da Energia e Águas (Minea) denunciou hoje, em Luanda, a existência de uma campanha caluniosa contra o departamento ministerial, “que surge na sequência da rescisão de vários contratos celebradas com empresas privadas”.

  • 17/10/2019 19:34:09

    IAEA financia projecto para ajudar plantas a resistir à seca

    Luanda - Mais de 150 mil euros foram disponibilizados em 2018 pela Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) para Angola implementar projectos sobre aplicação da energia atómica em plantas e torná-las resistentes à seca na província do Cunene.