Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

24 Maio de 2019 | 11h47 - Actualizado em 24 Maio de 2019 | 11h46

Venda de automóveis com queda de 93% em cinco anos

Luanda - A venda de veículos automóveis das concessionárias em Angola registou, nos últimos cinco anos, uma queda acumulada de 93 por cento, fruto da crise económica iniciada em 2014.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Arq.

Foto: Pedro Parente

Entrevista com o director de Marketing da TOYOTA de Angola, Salvador Duzentos

Foto: Rosario dos Santos

Em 2014, ano em que se despoletou a crise económica e financeira, as filiadas da Associação das Concessionárias de Equipamentos de Transportes Rodoviários e Outros (ACETRO) comercializaram 44 mil e 536 veículos, tendo no ano seguinte (2015) caído para 20 mil e 471 unidades e nove mil e 52 automóveis em 2016.  

Segundo o director-geral de vendas, marketing, serviços de oficinas e colisão da Toyota Angola, Salvador Duzentos, que falava hoje em entrevista à Angop acerca do mercado de venda automóvel em Angola, em 2017 as vendas caíram para mais da metade, em relação a 2016, ou seja para quatro mil e 298 unidades.

Por força da crise que deixou grande parte dos agentes económicos com o poder de compra reduzido, em 2018 as vendas não foram além dos três mil e 146 unidades, de acordo com o Salvador Duzentos.

No agregado dos últimos cinco anos, as concessionárias de automóveis em Angola venderam 81 mil e 503 veículos. 

Em relação ao desempenho individual de cada filiado, mercê da crise, informou que em 2017 a Toyota vendeu apenas 238 veículos, em 2018 este número baixou para 148 unidades.

O volume de negócios da Toyota Angola em 2018 foi de 16.470 milhões de kwanzas.

As dificuldades nas vendas subsistem e a título ilustrativo referiu que de Janeiro a Março do ano em curso (2019), a Toyota comercializou apenas 15 veículos, quantidades aquém das 32 unidades do período homólogo de 2018, traduzindo-se uma redução de 53%, devido a falta de stock no período inicial, situação que já está a ser ultrapassada.

Apesar dos constrangimentos e tendo em conta e a implementação do novo sistema de pagamento a importação (carta de crédito) e a distribuição mais justa das divisas, a empresa projecta a venda de 850 veículos no decurso deste ano.

No global, o mercado, que tem como concessionárias a Toyota Angola, Cosal, Lusolanda, Angolauto, Imporafrica, Robert Hudson, Vauco, Texeira Duarte Angola e Aut Zuid.

A estimativa da ACETRO para este ano é comercializar três mil e 746, representando um crescimento de 20% em relação a 2018.

Assuntos Transporte  

Leia também
  • 22/05/2019 19:41:09

    Reabilitação do cais da Unicargas custa USD 40 milhões

    Luanda - Quarenta milhões de dólares norte-americano é o valor necessário para a reabilitação do cais do Terminal Polivalente do Porto de Luanda, sob gestão da Unicargas, informou hoje o presidente do conselho de administração da transportadora de cargas e operadora de terminais, Celso Rosas.

  • 22/05/2019 17:43:12

    Receitas da Unicargas aumentam 155 % em três meses

    Luanda - A Unicargas arrecadou AKZ 1,5 mil milhões durante o primeiro trimestre deste ano, um aumento de 155 % em relação ao período homólogo de 2018 em que as receitam se situaram em 617 milhões de kwanzas.

  • 22/05/2019 14:19:02

    Municípios licenciam transportes rodoviários no Bengo

    Caxito - O licenciamento de motociclos para o serviço de táxi e de veículos para rent-a-car passará a ser efectuado pelos municípios, no âmbito do processo de reforma administrativa em curso no país.