Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

16 Setembro de 2019 | 08h10 - Actualizado em 16 Setembro de 2019 | 13h36

Embaixador apela ao investimento chinês no sector mineiro

Luanda - O embaixador de Angola na China, João dos Santos, apelou hoje (segunda-feira), em Beijing, aos mais de 150 participantes do 3º Roadshow para concessões mineiras, objecto de concurso público, a investirem na exploração mineira no território angolano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

João Salvador dos Santos Neto, Embaixador de Angola na China (arquivo)

Foto: Joaquina Bento

O embaixador falava em representação do ministro angolano dos Recursos Minerais Petróleos, na terceira apresentação técnica (Roadshow) das concessões mineiras Kassala Kitungo, Camafuca-Camazambo, Tchitengo, Kassala Kitungo, Cácata e Lucunda, cujo concurso será aberto no dia 07 de Outubro em Luanda.

João Neto disse que a realização do evento na capital chinesa era também fruto dos entendimentos alcançados entre os líderes João Lourenço e Xi Jinping, com vista a aprofundar a cooperação mutuamente vantajosa.

“Espero que esse evento sirva de espaço útil para melhorar o vosso conhecimento e atracção de investimento mineiro em Angola”, afirmou o embaixador para os investidores chineses.

A esse respeito, explicou que o Governo angolano tem estado a tomar medidas, com o propósito de melhorar o ambiente de negócios, de modo a atrair o investimento estrangeiro para os diversos recursos naturais, o que tem estado a aumentar a confiança dos actores internacionais no mercado angolano.

Com a melhoria do ambiente de negócios, explicou, o Executivo pretende reduzir a dependência do Petróleo, principal produto de exportação, daí a aposta noutros segmentos da actividade económica, como a exploração de outros recursos naturais.

O embaixador terminou o seu discurso com o veemente apelo ao investimento chinês em Angola, "devendo aproveitar essa oportunidade ímpar.

A apresentação técnica realizada hoje às 9h00 de Beijing e 2h00 de Luanda é o terceiro de uma série de cinco roadshows programados: Luanda (27 Agosto), Dubai (10 Setembro), Beijing (16 Setembro), Londres (20 Setembro) e Nova Iorque (30 Setembro).

O concurso público para a outorga de direitos mineiros para prospecção e exploração de diamantes, ferro e fosfatos nas concessões mineiras de Camafuca-Camazambo, Tchitengo, Kassala Kitungo, Cácata e Lucunda será aberto no dia 07 de Outubro em Luanda.

Leia também
  • 13/09/2019 10:32:12

    Namíbia identifica áreas de investimentos no Bié

    Cuito - O embaixador da Namíbia acreditado em Angola, Patrick Kandago, apontou, quinta-feira no Cuito, a agro-pecuária, energia, turismo, exploração de recursos minerais e infra-estruturas como sendo as áreas prioritárias em que os empresários namibianos poderão investir na província do Bié.

  • 11/09/2019 18:45:05

    Namíbia incentiva mais cooperação económica com Angola

    Cuito - Angola e Namíbia precisam agora fortalecer, cada vez mais, a sua cooperação no domínio das relações económicas, de forma a alavancar a economia dos dois países, defendeu, hoje (quarta-feira), no Cuito (Bié), o embaixador Patrick Nandango.

  • 11/09/2019 18:04:06

    Reformas em Angola atraem investidores sul-africanos

    Luanda - O conselheiro económico da embaixada da África do Sul em Angola, Meshack Mathye, disse hoje (quarta-feira), em Luanda, que as reformas implementadas pelo Governo angolano têm encorajado o investimento de empresários sul-africanos em Angola.