Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

30 Outubro de 2019 | 20h29 - Actualizado em 30 Outubro de 2019 | 20h29

Minea denuncia campanha contra ministro

Luanda - O Ministério da Energia e Águas (Minea) denunciou hoje, em Luanda, a existência de uma campanha caluniosa contra o departamento ministerial, “que surge na sequência da rescisão de vários contratos celebradas com empresas privadas”.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em nota chegada à Angop, o Minea considera falsas e caluniosas informações veiculadas por cidadãos anónimos em alguns órgãos de imprensa e redes sociais, sublinhando que o assunto será tratado em sede própria.

Nos últimos dias, várias acusações circularam nas redes sociais contra o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, uma das quais fazendo referência a uma suposta transferência de USD 16 milhões do Ciclo Combinado do Soyo para uma empresa supostamente falida com sede no Funchal.

A propósito, o Minea adverte que responsabilizará criminalmente todos os cidadãos que têm prestado, de forma recorrente, essas informações, para denegrir o bom nome e a reputação dos responsáveis e o titular da pasta ministerial.

O Minea avança que os actores dessas informações já estão identificados.


 

Leia também
  • 17/10/2019 19:34:09

    IAEA financia projecto para ajudar plantas a resistir à seca

    Luanda - Mais de 150 mil euros foram disponibilizados em 2018 pela Agência Internacional de Energia Atómica (IAEA) para Angola implementar projectos sobre aplicação da energia atómica em plantas e torná-las resistentes à seca na província do Cunene.

  • 15/10/2019 19:46:50

    Águas do Bié recebe investimentos de USD 100 milhões

    Luanda - O Ministério da Energia e Águas investiu, nos dois últimos anos, 100 milhões de dólares norte-americanos em projectos de infra-estruturas de captação, tratamento e distribuição de águas em quatro municípios da província do Bié.

  • 07/10/2019 19:31:56

    Governo investe 500 milhões de euros no subsector das águas

    Lubango - O Governo angolano vai investir 500 milhões de euros na construção de novos sistemas de captação, tratamento e distribuição de água potável nas sedes das províncias de Luanda, Benguela, Malanje, Moxico, Cuanza Norte, Uíge e Huíla, a partir do segundo semestre de 2020, altura em que arrancam as obras.