Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Janeiro de 2020 | 16h12 - Actualizado em 10 Janeiro de 2020 | 16h12

Inadec regista aumento de número de infracções

Caxito - Estabelecimentos comerciais, oficinas auto e colégios são as instituições que mais reclamações tiveram por parte dos consumidores, na província do Bengo, em 2019, num total de treze, informou hoje, em Caxito, o director do Instituto Nacional da Defesa do Consumidor (Inadec), Domingos Felgueiras.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, o responsável explicou que as reclamações cingiram-se no aumento ilegal do valor das propinas, caducidade de produtos nos estabelecimentos comerciais e o incumprimento por parte das oficinas auto das cláusulas contratuais com os seus clientes.

Ainda em 2019, o Inadec registou 88 infracções contra 66 transgressões notificadas em 2018, o que permitiu a arrecadação de um milhão e 404 mil kwanzas.

Neste período foram notificadas 55 instituições comerciais contra 12 do período homólogo, como resultado de 149 visitas de fiscalização.
 
O aumento do número de infracções deve-se a falta de atenção dos agentes comercias que teimam na especulação de preços e na comercialização de produtos em mau estado de conservação.

O responsável sublinhou que, este ano, o Inadec vai continuar a realizar acções de fiscalização e palestras de sensibilização nos estabelecimentos comerciais e mercados informais.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também
  • 06/01/2020 17:01:37

    Cooperativas agrícolas de ex-militares ganham tractores

    Caxito - Duas cooperativas agrícolas de ex-militares nas localidades dos Paranhos e do Bucula, no município do Dande, província do Bengo, receberam hoje, segunda-feira, dois tractores e respectivas alfaias para fomentar a actividade laboral.

  • 23/12/2019 15:57:31

    Clientes devem à ENDE 900 milhões de kwanzas

    Caxito - Novecentos milhões de Kwanzas é o valor da dívida acumulada dos últimos seis anos, na província do Bengo, pelos clientes da Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE).

  • 23/12/2019 15:27:42

    ENDE prevê melhorar fornecimento em 2020

    Caxito - A Empresa Nacional de Distribuição de Energia (ENDE) vai, em 2020, no município do Dande, província do Bengo, concluir os projectos de electrificação das comunas do Terreiro, Kauando e do Panguila (sector 2).