Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

03 Julho de 2020 | 19h55 - Actualizado em 03 Julho de 2020 | 19h55

Água dificulta produção agropecuária em Viana e Belas

Luanda - As cooperativas agropecuárias dos municípios de Viana e Belas, em Luanda, têm no fornecimento de água a sua maior dificuldade, soube hoje a Angop.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto ficou assente durante um encontro de auscultação que os responsáveis de cooperativas agropecuária destas localidade mantiveram hoje (sexta-feira) com a direcção do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

Em declarações à imprensa, o presidente da cooperativa agropecuária Ana Nguengue, Domingos Pereira, a carência da água dificulta a irrigação dos produtos e prejudica a obtenção dos rendimentos.

Indicou a cooperativa que dirige conta com 600 hectares e produz mandioca, tomate, pimenta e couve.

Já o presidente da cooperativa Kiandala, Sebastião Kissanga, disse que a área onde cultivam distancia-se a cinco quilómetros de um rio, o que dificulta a obtenção da água.

Em função disto, acrescentou, os associados estão a cultivar preferencialmente mandioca.

“Uma ajuda financeira vai facilitar na produção de outros tipos de alimentos”, destacou.

O presidente da cooperativa Baixa de Kiculo, Moisés Satoca, apontou como dificuldades a falta de moto-bomba, insecticidas, adubos, bem como tractor.

O presidente da cooperativa Patrice Lumumba, Armando Congo, assegurou que no passado contavam com uma extensão de mais de mil hectares, mas neste momento estão com apenas 500 em função dos invasores de terra.

Por sua vez, o presidente do conselho de administração do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), Henda Inglês, afirmou que a visita enquadra-se num plano de interacção com as cooperativas agropecuárias e empresários dos sectores produtivos, de modo a  financiar as iniciativas de negócio que geram emprego e renda.

No que concerne à carência de água apresentada pelos associados das cooperativas, o responsável assegurou que vão manter contacto com outras instituições para tentar solucionar o problema.

Leia também
  • 26/06/2020 15:32:53

    Icolo e Bengo collhe toneladas de hortícolas

    Icolo e Bengo - As cooperativas Sacrifício e Paciência, da comuna da Kiminha, município de Icolo e Bengo, em Luanda preveem colher nos meses de Julho, Agosto e Setembro 40 toneladas de hortícolas e fruta diversa.

  • 07/06/2020 16:15:54

    Três empresas recebem crédito de AKZ 15 mil milhões do Prodesi

    Luanda - Três empresas do sector agro-industrial, com projectos localizados nas províncias do Cuanza Sul e Huíla, já começaram a receber financiamento, totalizando até agora o valor de AKz 15,4 mil milhões, no âmbito da linha de crédito do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi).

  • 10/05/2020 15:31:50

    Agências nacionais devem executar publicidade do Estado - Publicitário

    Luanda - O presidente da Associação de Publicidade e Marketing (APM), Nuno Fernandes, defendeu, este sábado, que toda a publicidade do Estado deve obrigatoriamente ser executada pelas agências de publicidade nacionais, com base na lei da contratação pública.