Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Julho de 2020 | 18h52 - Actualizado em 01 Julho de 2020 | 18h52

Secretário de Estado valoriza dados estatísticos para produção agrícola

Luanda - O secretário de Estado da Agricultura e Pecuária, José Bettencourt, considerou hoje, em Luanda, fundamental os dados estatísticos na planificação, sustentabilidade e desenvolvimento da produção em todo o país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar à imprensa, após o Workshop de Recenseamento Agro-Pecuário e Pescas (RAPP 2019-2020), o também engenheiro agrónomo  referiu que só com a obtenção de dados concretos e fiáveis se poderá diversificar os tipos de produtos de cada região e satisfazer as necessidades dos consumidores, em todas as épocas do ano.

“O RAPP vai dar-nos a possibilidade de deixarmos de trabalhar com os dados possíveis e passar a dados reais e exactos. Depois do censo de 2014, que permitiu-nos saber quanto somos em termos populacional, agora resta-nos obter dados de produção agrícola e trabalhamos de forma mais efectiva”, disse.

Acrescentou que o referido processo consiste na facilitação dos projectos e o diagnóstico da realidade produtiva, para que se possa intervir de forma mais planificada e obtenção de altos rendimentos.

“É preciso termos informações credíveis que nos permite ter certeza do que está a ser feito nas distintas zonas agrícolas, para que as decisões de aposta nos produtos essenciais sejam muito bem escalonados”, frisou.     

Quanto à sustentabilidade agrícola e alimentar no país, o governante adiantou que a mesma dependerá sempre da necessidade do aumento dos níveis de produção interna e da potencialização da indústria.

Posição idêntica foi manifestada pela representante do Fundo das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), Gherda Barreto, que valorizou o empenho das autoridades angolanas na implementação do instrumento bastante necessário aos seus programas produtivos.      

Para a nicaraguense, Angola está num bom caminho, já que a obtenção de dados concretos permite um melhor investimento na produção agrícola, cumprimento das recomendações e programas mundiais.

Sob o lema; Por uma Angola melhor, a acção com a participação de mais de meia centena de usuários sobre o ponto de situação das actividades do RAPP 2019-2020, decorreu no auditório Maria Ferreira, do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Aberto pelo secretário de Estado para o Planeamento, Milton Reis, além da apresentação do RAPP, foram abordados, objectivos, importância, estratégias e principais considerações técnico-metodológicas. Também, principais actividades realizadas e por realizar, apresentação dos questionários e seu conteúdo, planos de tabulação e debates.

 

Assuntos Agricultura  

Leia também