Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

27 Julho de 2020 | 12h29 - Actualizado em 27 Julho de 2020 | 12h29

Comuna da Luvemba com foco na comercialização de peixe

Bailundo - O projecto de aquicultura, denominado por Cañogoma, da comuna da Luvemba, município do Bailundo (Huambo), pretende passar, no presente ano, para a fase de comercialização de peixe, no quadro do reforço da capacidade de fornecimento do produto à população.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O facto foi avançado hoje, segunda-feira, em declarações à ANGOP, por um dos responsáveis do projecto em curso desde 2016, Elias Tchipopiakulo, que referiu, na ocasião, que a pretensão é motivada pelos elevados níveis de produção alcançados até ao momento.

Nesta senda, informou que os níveis actuais estimam-se em seis mil peixe por cada um dos seis tanques já repovoados, de um total de 45 previstos, numa área de mais de 100 metros quadrados.

Elias Tchipopiakulo referiu que as acções para a efectivação do projecto de comercialização do peixe da espécie de tilápia, decorrem a bom ritmo, com a instalação, na vila municipal do Bailundo, a 75 quilómetros da cidade do Huambo, de quatro frigoríficos com a capacidade, cada um, de 20 toneladas.

Disse que com a efectivação deste processo, a nível do mercado local e nacional, pretende relançar os seus objectivos de fomentar a prática da aquicultura na região e contribuir para o desenvolvimento da economia local.

Neste vertente, fez saber que a meta passa por disponibilizar, em média mensal, 25 a 30 toneladas de peixe, com um peso estimado entre 400 a 500 gramas, tendo em conta a melhoria da dieta alimentar da população e da redução das importações desta qualidade de pescado.

Com um investimento global de 500 milhões de kwanzas, o projecto criou nove postos de trabalho directo, no âmbito dos esforços de redução do desemprego e combate à pobreza na comuna da Luvemba, 107 quilómetros do centro da cidade do Huambo.

Com mil e 590 metros quadrados, os seus 65 mil habitantes da Luvemba são na sua maioria camponeses, que fazem da agricultura principal fonte de sustento.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 21/07/2020 13:49:08

    Responsável defende novas abordagens na rentabilização dos solos

    Huambo - As soluções para as necessidades de fertilizantes químicos visando a garantia da produção agrícola carece de uma nova abordagem, em função das dificuldades financeiras que o país enfrenta, de acordo com o director do Gabinete da Agricultura na província do Huambo, Tony Camuti.

  • 20/07/2020 16:18:38

    MOSAP II investe mais de Akz 33 milhões na construção de armazéns

    Ecunha - O Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP II) prevê investir, até ao final deste ano, 33 milhões, 605 mil e 640 Kwanzas (Akz), na construção de armazéns comunitários ou galpões agrícolas nos municípios da Caála, Bailundo e Ecunha (Huambo).

  • 15/07/2020 11:38:28

    Nova série do Kwanza garante manutenção da base monetária nacional

    Huambo - A manutenção da base monetária nacional constitui o principal ganho a ser alcançado com a pretensão do Governo angolano de introduzir, a partir do próximo dia 30, a nova série de Kwanzas, tendo em conta as potencialidades que apresenta em termos de segurança e durabilidade.