Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

31 Julho de 2020 | 17h15 - Actualizado em 31 Julho de 2020 | 17h14

Internacionalização do Aeroporto da Catumbela crucial para desenvolvimento da região

Benguela - A internacionalização do aeroporto da Catumbela vai jogar um papel fundamental na interligação da província de Benguela com os principais núcleos regionais e não só, possibilitando o desenvolvimento sustentável da região, advogou o secretário-geral do Governo local, Aquiles de Carvalho.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o responsável, que falava numa conferência regional sobre “Desenvolvimento centro-sul no pós Covid-19”, é importante a rápida ascensão do referido aeroporto à categoria de internalicional, a julgar pelas múltiplas oportunidades de negócios que a província e região oferecem.

Aquiles de Carvalho salientou que, desta forma, rapidamente outros sectores poderão conhecer algum crescimento, nomeadamente os da construção (de habitações e escritórios) e indústria, desde a ligeira à pesada.

Referiu que, os aeroportos fazem parte das infra-estruturas mudais de transportes que existentes na província, para além do rodoviário, ferroviário e marítimo, que, interligados, constituem-se numa grande mais valia para a economia.

Já o director da Revista “Sul, rostos e negócios”, promotor da conferência, Lucas Abias, considerou que a região centro-sul do país, do ponto de vista económico e a julgar pela presença dos dois grandes meios no corredor do Lobito (Porto e o CFB), precisa urgentemente de uma alavanca de entidades públicas e privadas para exponenciar as suas potencialidades.

Na sua óptica, o aeroporto da Catumbela vem complementar o sector dos transportes a nível local que, se bem aproveitado, pode atrair investidores nacionais e estrangeiros.

“A sua internacionalização relevará a região sul do país ao resto mundo e dará lugar ao investimento privado, bem como ao incremento da produção local, como a agrícola, exploração de mineiros e o desenvolvimento do sector turístico”, apontou.

Na sua óptica, é necessário reflectir-se sobre a internacionalização do aeroporto da Catumbela olhando-se ao contexto que o mundo atravessa e unindo sinergias para um melhor aproveitamento desta infra-estrutura.

Inaugurado em Agosto de 2012, no âmbito da estratégia do Governo Angolano para o desenvolvimento aeroportuário da região Sul do país, o aeroporto da Catumbela, com vista ao mar, está localizado entre as cidades de Benguela e do Lobito, tendo uma capacidade projectada para 2.2 milhões de passageiros por ano.

Conta com centrais para o abastecimento de água, energia e de ar condicionado, elevadores, tapetes rolantes, tapetes de bagagem na área de desembarque para atender duas aeronaves de grande envergadura em simultâneo, 16 balcões para chek-in e 18 para os serviços de imigração, salas protocolares e para clientes em executiva e primeira classes e espaços para restaurantes e bares.

O edifício está, ainda, equipado com sistemas de controlo de metais e de acesso, gabinetes para as companhias aéreas, chek-in informatizado e informação electrónica.

Durante o vento foram debatidos os temas “A Importância da internacionalização do aeroporto da Catumbela para o desenvolvimento da região centro e sul”  “A implementação das autarquias vs Descentralização como factor de desenvolvimento económico e social”.

Leia também
  • 30/07/2020 14:28:53

    Pesca artesanal ressente-se de "erros do passado" - administrador

    Lobito - A pesca artesanal no Egipto Praia, província de Benguela, está a sofrer as consequências de erros do passado, em que barcos industriais estrangeiros capturavam descontroladamente os recursos marinhos, considerou hoje, quinta-feira, o administrador comunal, José Faria.

  • 29/07/2020 10:56:22

    Cooperativa Eteko diversifica produção agrícola na Catumbela

    Catumbela - A Cooperativa Agrícola Eteko tem como meta para este ano ajudar mil e seis famílias camponesas da comuna da Gama, município da Catumbela, a ter uma fonte de renda permanente.

  • 28/07/2020 13:12:50

    Bocoio necessita de fábrica de sumos para absorção do ananás

    Lobito - O município do Bocoio, na província de Benguela, carece de uma fábrica de sumos para absorção de parte da produção local de ananás, estimada entre oito a 10 mil toneladas mensais, defendeu hoje, terça-feira, o administrador desta circunscrição, Ernesto Pinto.