Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

18 Outubro de 2019 | 15h30 - Actualizado em 18 Outubro de 2019 | 15h51

Defendida inclusão da orientação vocacional no sistema de ensino

Huambo - A inclusão, com urgência, da disciplina de orientação vocacional e profissional no sub-sistema de ensino de base, para permitir a tomada de decisão, por parte do aluno, no que tange à formação superior, foi defendida esta sexta-feira, no Huambo, por psicólogos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo os especialistas, na feira de orientação vocacional e profissional, promovida pelo Instituto Superior Politécnico Sol Nascente, este pressuposto constitui um factor crucial para a garantia de um melhor encaminhamento dos candidatos ao ensino superior, no sentido de uma formação mais adequada.

O psicólogo Adelino Pelembe diz ser fundamental que a orientação vocacional seja implementada e desenvolvida com bastante clareza no ensino de base, para facilitar aos estudantes a devida escolha da área de formação subsequente.

Defendeu ainda a necessidade do Governo angolano trabalhar com afinco na sua implementação, pois que a população estudantil carece de uma melhor e adequada orientação vocacional e profissional, que deve igualmente contar com o envolvimento das famílias, para uma formação de sucesso.

Outro especialista, no caso José Cláudio Zeferino, salientou que, por falta deste elemento, muitos jovens têm enfrentado grandes dificuldades na escolha da formação universitária e da profissão.

Realçou que a falta de orientação influencia na qualidade da formação, uma vez que existem casos em que os estudantes desinteressam-se pela mesma, o que gera os elevados números de reprovações nas universidades.

Por sua vez, o também especialista nesta área Helder Filipe Sakuema deplorou o facto de muitas famílias interferirem na escolha da formação dos seus filhos,  contribuído assim para grandes desequilíbrios da orientação vocacional dos estudantes.

Já a directora adjunta do Centro de Investigação do Instituto Superior Politécnico Sol Nascente, Irene Inaculo Moises, referiu que a falta de orientação vocacional tem sido a principal causa da desistência dos estudantes ao descobrirem, de forma tardia, que os cursos que estão a frequentar não vai de encontro com as suas aptidões.

O evento, decorrido nas instalações desta instituição, em funcionamento desde 2012, com nove cursos de licenciatura e três de pós-graduação, contou com a participação de alunos do II ciclo do ensino secundário público e privado.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 18/10/2019 15:03:21

    Programa de alfabetização do ISCED atinge mais de cinco mil adultos

    Huambo - Cinco mil e 262 adultos, entre homens e mulheres, foram alfabetizados, este ano, pelo Instituto Superior de Ciências da Educação (ISCED), através dos módulos 1 e 2, no âmbito de um acordo de cooperação com o Gabinete da Educação nesta província.

  • 18/10/2019 12:53:32

    Estudantes apresentam propostas para melhorar atendimento público

    Huambo - Cento e 56 finalistas do Instituto médio Politécnico de Administração e Gestão (IPAG) do Huambo começaram hoje, sexta-feira, apresentar os seus trabalhos de fim do curso, com propostas para a melhoria do atendimento ao cidadão, como forma de acabar com a burocracia nas instituições públicas.

  • 17/10/2019 11:48:46

    Educação identifica talentos no domínio técnico-profissional

    Huambo - O gabinete da Educação na província do Huambo promove desde hoje, quinta-feira, a 1ª feira das escolas de ensino técnico-profissional, para a identificação de novos talentos neste domínio, de modo a potenciá-los e criar parcerias sustentáveis, com foco no desenvolvimento da região.