Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Junho de 2020 | 18h48 - Actualizado em 15 Junho de 2020 | 11h56

Covid-19: Moto-cisternas abastecem escolas sem sistemas de água

Mbanza Kongo - O director do Gabinete Provincial do Zaire da Educação, José Luís Amélia, disse hoje, sexta-feira, em Mbanza Kongo, que as escolas sem sistemas de água canalizada passarão a ser abastecidas por moto-cisternas, no quadro das medidas de prevenção e combate à covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cidade de M´banza Kongo, província do Zaire

Foto: Clemente Santos

Em declarações à ANGOP, para falar das estratégias traçadas pelo sector para o reinício das aulas no próximo mês de Julho, o responsável, que não avançou o número de escolas desprovidas de água canalizada, afirmou esta ser a solução encontrada pelas autoridades locais, a fim de se assegurar a higienização das instituições de ensino.

Disse estarem a trabalhar afincadamente com as administrações municipais, para que, em 30 dias que restam para o recomeço do ano lectivo, estejam criadas as mínimas condições de biossegurança nos estabelecimentos escolares da província.

A aquisição de reservatórios de água, detergentes, reorganização das salas de aula, visando manter o distanciamento físico entre os alunos, assim como a reelaboração de novos horários escolares, constam também das acções em curso para garantir o reinício das aulas na era Covid-19 nesta parcela do país.

Já o secretário provincial do Sindicato de Professores (SINPROF), Mambuene António, opõe-se ao reinício das aulas em Julho, por alegada falta de condições de higienização em quase todas as escolas da região.

O sindicalista considera uma medida precipitada o recomeço das aulas já no próximo mês, frisando que só depois da época de cacimbo se deveria avaliar a possibilidade do reinício do ano lectivo 2020.

“Nós estamos a sugerir o mês de Setembro como a data provável para o recomeço das aulas”, referiu.

No Zaire, 175 mil e 520 alunos foram matriculados no presente ano lectivo para o ensino geral, distribuídos em duas mil e 444 salas de aula, com um corpo docente composto por pelo menos cinco mil professores.

Leia também
  • 13/06/2020 18:05:16

    Covid-19: Escola politécnica de Malanje com condições de biossegurança

    Malanje - O director da Escola Superior Politécnica de Malanje (ESPM), Infeliz Coxe, assegurou hoje, sábado, estarem a ser criadas as condições de biossegurança da Covid-19, para o reinício das aulas naquela instituição, previsto para o dia 13 de Julho deste ano.

  • 11/06/2020 20:29:52

    Lunda Norte preenche vagas na educação

    Dundo - As 489 vagas disponibilizadas para a província da Lunda Norte, no concurso público de ingresso no sector da Educação, realizado em 2019, já estão preenchidas, com a admissão dos 39 candidatos em falta.

  • 10/06/2020 19:13:54

    Tômbwa ganha 29 novas salas de aulas até ao final do ano

    Tômbwa - Vinte e nove salas de aulas estão a ser construidas no município do Tômbwa, provincia do Namibe, segundo informações avançadas hoje (quarta-feira) pelo administrador municipal, Alexandre Nyuka.