Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

13 Janeiro de 2018 | 05h49 - Actualizado em 15 Janeiro de 2018 | 12h59

UE: Novo presidente do Eurogrogrupo se compromete a reformar zona do euro

Paris - O novo presidente do Eurogrupo, o português Mário Centeno, se comprometeu sexta-feira a continuar reformando a zona do euro com "profunda determinação", durante uma cerimónia em Paris na qual recebeu o cargo das mãos de seu antecessor, o holandês Jeroen Dijsselbloem.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mário Centeno, Novo Presidente do Eurogrogrupo

Foto: EMMANUEL DUNAND

"A janela de oportunidade que temos actualmente, tanto política, como económica, deve ser aproveitada para completar as reformas das instituições da zona do euro", disse o ministro de Finanças português em uma breve cerimónia na embaixada de seu país na capital francesa.

Centeno citou, entre as reformas, a "união bancária, a união dos mercados de capitais e as discussões sobre política orçamentária" e disse estar "profundamente motivado" para executar seu mandato de dois anos e meio, após ter sido eleito em Dezembro presidente do Eurogrupo.

"Saímos da crise, mas devemos admitir que o trabalho não está terminando", alertou, e destacou a importância de "satisfazer as expectativas de nossos cidadãos e construir uma zona do euro mais robusta e resistente".

Dijsselbloem deu boas vindas ao seu sucessor, que "tem forte apoio dentro do Eurogrupo para continuar avançando nas reformas e na modernização da zona do euro".

O holandês, que deixa o cargo após dois mandatos, simbolicamente lhe entregou o sino do Eurogrupo, usado para marcar a abertura das sessões.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 08/11/2018 11:59:29

    Bruxelas projecta forte alta do déficit da Itália

    Bruxelas - O déficit público italiano deve aumentar consideravelmente nos próximos dois anos, se Roma aplicar as medidas previstas em seu orçamento para 2019, rejeitado por Bruxelas - estimou a Comissão Europeia nesta quinta-feira (8).

  • 01/11/2018 19:31:09

    FMI pede a Bolsonaro "ambiciosa reforma tributária"

    Washington - O Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmou nesta quinta-feira que as propostas económicas do presidente eleito do Brasil, Jair Bolsonaro, vão na direcção "adequada", mas ressaltou que é fundamental realizar "uma ambiciosa reforma tributária", liderada pela previdência.

  • 01/11/2018 12:57:30

    Empresa farmacêutica Novo Nordisk demite mais de mil funcionários

    Copenhaga - A empresa farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk, líder mundial da insulina, anunciou hoje, quinta-feira, a demissão de mil e 300 pessoas como parte de um plano de reestruturação das suas actividades de pesquisa e desenvolvimento, noticiou a Efe.

  • 30/10/2018 16:53:18

    Crescimento da Eurozona desacelera no 3º trimestre a 0,2%

    Bruxelas - O crescimento da zona do euro registou, no terceiro trimestre de 2018, desaceleração a 0,2%, dois décimos abaixo do resultado registado entre Abril e Junho, anunciou a Agência Eurostat.