Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

13 Janeiro de 2018 | 13h50 - Actualizado em 13 Janeiro de 2018 | 13h50

Rússia: Governo afirma que vai preservar acordo nuclear com Irão

Moscovo - A Rússia declarou neste sábado que fará tudo que estiver ao seu alcance para preservar o acordo nuclear de 2015 com o Irão, que os Estados Unidos ameaçaram abandonar se não forem corrigidos os defeitos que, segundo Washington, estão contidos no documento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Faremos tudo o que depender de nós para preservar o acordo", disse o vice-ministro de Relações Exteriores da Rússia, Serguei Riabkov, numa entrevista à agência Interfax.

O número dois da diplomacia russa reagiu assim à advertência feita na sexta-feira pelo presidente dos EUA, Donald Trump, de que estenderia pela última vez a suspensão de sanções ao Irão com base no acordo nuclear de 2015, se não fossem introduzidas correções ao documento.

Trump decidiu manter activo um mecanismo que suspende temporariamente as sanções ao Irão pelo seu programa nuclear, algo sobre o que o presidente dos Estados Unidos deve pronunciar-se a cada 120 dias por imperativo legal.

"Recebemos um sinal claro que devemos centrar-nos, todos os partidários do acordo, incluindo europeus e chineses, num trabalho intenso com os americanos, com o fim de conservar o que se atingiu com a participação deles mesmos", destacou Riabkov.

Questionado sobre a possibilidade de manter o acordo, o vice-ministro de exteriores russo respondeu que não vê "motivos para emitir opiniões pessimistas".

Após o ultimato de Trump, a União Europeia reiterou o seu "compromisso de continuar com uma efectiva e total aplicação do acordo nuclear" com o Irão.

Assuntos Internacional  

Leia também