Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Junho de 2018 | 16h30 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 16h30

Embaixada russa em Israel celebra festa nacional em Jerusalém

Jerusalém - Pela primeira vez, a Embaixada da Rússia em Israel celebra hoje a festa nacional em Jerusalém, em vez de em Tel Aviv, informou um porta-voz russo, num contexto de tensão sobre o estatuto diplomático da Cidade Santa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A celebração, com a presença anunciada do primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, alinha-se com o reconhecimento por parte de Moscovo de Jerusalém Ocidental como capital de Israel, afirmou o porta-voz da embaixada, Dmitri Alushkin.

Este reconhecimento é distinto do que, a seis de Dezembro, anunciou os Estados Unidos, rompendo com décadas de consenso internacional.

Nessa data, o presidente Donald Trump anunciou o reconhecimento, por parte dos EUA, de Jerusalém como capital de Israel, sem distinguir entre o Oriente, maioritariamente judeu, e o Ocidente, dominado pelos palestinianos.

A decisão americana alegrou os israelitas, mas causou grande reprovação internacional e indignou os palestinianos, que reivindicam Jerusalém Oriental como capital do estado a que aspiram fundar.

Em 2017, o Ministério russo das Relações Exteriores informou que a Federação Russa considerava "Jerusalém Ocidental como a capital de Israel".

Ao mesmo tempo, lembrou que Moscovo apoia os "princípios aprovados pela ONU para um acordo entre israelitas e palestinianos, que inclui o status de Jerusalém Oriental como capital do futuro Estado palestiniano".

Israel, que se apoderou de Jerusalém Oriental em 1967 e o anexou, considera toda cidade como a sua capital "eterna" e "indivisível".

A embaixada russa fica em Tel Aviv, e era nessa cidade que os russos celebravam, até agora, a festa nacional que marca a fundação da Federação Russa. Este ano, porém, a Rússia decidiu organizar a celebrações em Jerusalém Ocidental, na Missão São Sérgio, propriedade de Moscovo no bairro russo da cidade.

Assuntos Política  

Leia também
  • 08/11/2018 11:06:10

    Bolsonaro e Temer prometem transição 'fluida'

    Brasília - O presidente eleito Jair Bolsonaro e o actual chefe de Estado, Michel Temer, prometeram, nesta quarta-feira, em Brasília, uma transição "fluida" entre os seus governos.

  • 05/11/2018 11:09:49

    Família de Asia Bibi pede asilo ao Reino Unido, Canadá e Estados Unidos

    Islamabad - A família da cristã Asia Bibi, absolvida quarta-feira de uma condenação à morte por blasfémia pelo Supremo Tribunal do Paquistão, pediu asilo ao Reino Unido, Canadá e Estados Unidos por motivos de segurança, noticiou hoje a Lusa.

  • 03/11/2018 12:20:49

    Obama define plano militar de Trump na fronteira como "truque político"

    Miami - O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama denunciou nesta sexta-feira (2) como um "truque político" o plano de Donald Trump de enviar milhares de soldados à fronteira com o México para impedir a entrada de imigrantes no país.

  • 03/11/2018 12:11:51

    Maduro qualifica sanções dos EUA de 'criminosas e loucas'

    Caracas - O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, qualificou nesta sexta-feira de "criminosas e loucas" as sanções impostas pelos Estados Unidos contra as suas exportações de ouro, afirmando que prejudicam mais o empresariado do que o Estado.