Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

14 Junho de 2018 | 16h42 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 16h42

Presidente do Parlamento da Coreia do Norte entrega carta de Kim a Putin

Moscovo - O presidente do Parlamento da Coreia do Norte, Kim Yong-nam, entregou hoje, quinta-feira, em Moscovo, uma carta do líder do seu país, Kim Jong-un, ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, com quem teve uma reunião.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Damos as boas-vindas e avaliamos positivamente a reunião entre o líder da Coreia do Norte, Kim Yong-un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que aconteceu recentemente, em 12 de Junho", disse Putin no encontro com o parlamentar norte-coreano.

O chefe do Kremlin considerou que tal cimeira contribuirá para diminuir a tensão na península coreana e abriu as portas para um "acerto dos problemas por métodos pacíficos e político-diplomáticos"

"A Rússia sempre defendeu isso e deu os passos para tal. Estamos preparados para continuar actuando nesta direcção", acrescentou.

Putin reiterou o convite ao líder norte-coreano para que visite a Rússia, assim como fez o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, quando visitou Pyongyang no dia 31 de Maio.

"Gostaria de reiterar e pedir que entregue o nosso convite para visitar a Rússia ao líder norte-coreano, o camarada Kim Jong-un", disse Putin.

A visita a Moscovo do presidente do parlamento norte-coreano, que assistiu hoje à cerimónia de abertura da Copa do Mundo, acontece poucos dias depois da histórica cúpula entre Trump e Kim Jong-un, em Singapura.

Assuntos Diplomacia  

Leia também
  • 14/06/2018 16:19:47

    Secretário de Estado reconhece "risco" da não desnuclearização da Coreia do Norte

    Pequim - O Presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-un, entende que o processo de desnuclearização deve ser "rápido", afirmou o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, reconhecendo, porém, que existe "um risco" de não conseguir a paz e que, por isso, as sanções devem ser mantidas por enquanto.

  • 14/06/2018 15:32:49

    EUA/Coreia do Sul: Manobras militares "suspensas indefinidamente"

    Washington - As principais manobras militares com a Coreia do Sul que se realizam regularmente foram "suspensas indefinidamente", disse um responsável da administração dos Estados Unidos citado pela agência France-Presse sob condição de anonimato.

  • 14/06/2018 14:56:49

    Presidente sul-coreano admite suspensão de exercícios militares

    Seul - O Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, mostrou-se hoje, quinta-feira, disponível para suspender os exercícios militares conjuntos entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos para contribuir para o actual clima de diálogo com a Coreia do Norte.