Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Outubro de 2018 | 10h05 - Actualizado em 11 Outubro de 2018 | 11h49

Primeira sondagem da segunda volta dá vitória a Bolsonaro

Brasília - A primeira sondagem para a segunda volta das presidenciais brasileiras, após o escrutínio do último domingo, dão a vitória a Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL), noticiou hoje a Reuters.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Jair Bolsonaro, Candidato à Presidência do Brasil (Foto arquivo)

Foto: Divulgação

De acordo com a sondagem do Instituto Ideia Big Data, em parceria com a revista Veja, o candidato de extrema-direita teria 54 por cento das intenções de voto, ao passo que Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), 46 por cento.

Na primeira volta, recorde-se, Jair Bolsonaro teve 46 por cento dos votos, ao passo que Fernando Haddad ficou pelos 29 por cento.

Na sondagem divulgada esta quarta-feira, em que foram ouvidos 2 mil e 36 eleitores, com uma margem de erro 2,67 por cento, Bolsonaro tem 48 por cento das intenções de voto, enquanto Haddad tem 41 por cento. Os votos brancos ou nulos somam 7 por cento, registando-se ainda 4 por cento de indecisos.

Horas depois da divulgação desta sondagem, foi revelado o estudo da Datafolha, que apresenta um cenário ainda mais favorável a Bolsonaro.

De acordo com esta sondagem, se as presidenciais fossem esta quarta-feira, o candidato de extrema-direita venceria com 58 por cento dos votos, mais 16 pontos percentuais do que Haddad, que se ficaria pelos 42 por cento. Bolsonaro só perderia para o candidato do PT no Nordeste.

Na sondagem da Datafolha, que excluiu os votos brancos, nulos ou indecisos, foram ouvidas 3.235 pessoas em 227 municípios. A margem de erro é de 2 por cento.

O estudo revela ainda que Bolsonaro tem mais apoio entre os homens (57%) do que nas mulheres (42%). Já Fernando Haddad conta com 39 por cento do apoio das mulheres e 33 por cento do eleitorado masculino.

Bolsonaro conta também com o apoio da população mais rica (62%) e com mais habilitações literárias (58% com ensino superior). Por seu lado, Haddad reúne o 44 por cento do eleitorado com o ensino básico e o mesmo índice entre os pobres. De realçar que Bolsonaro conta com 60 por cento do voto evangélico.

A segunda volta das presidenciais brasileiras está marcada para o próximo dia 28 de Outubro.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 04/02/2019 11:58:27

    Bukele vence eleição presidencial em El Salvador

    San Salvador - O ex-prefeito Nayib Bukele rompeu neste domingo o tradicional bipartidarismo direita-esquerda em El Salvador ao vencer a eleição presidencial, com a missão de obter acordos para combater a violência e estimular a economia.

  • 04/02/2019 07:31:57

    Nayib Bukele assume vitória nas presidenciais de El Salvador

    San Salvador - O candidato à presidência de El Salvador Nayib Bukele afirmou, no domingo, ter vencido "com toda a certeza" as eleições, pondo fim a um quarto de século de domínio bipartidário, quando faltam ser contados cerca de 20% dos votos.

  • 31/01/2019 21:46:42

    Venezuela:União Europeia anuncia contacto para novas eleições no país

    Caracas - A chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, anunciou hoje a constituição de um grupo de contacto internacional para alcançar, em 90 dias, uma saída pacífica e democrática para a crise na Venezuela com a realização de eleições presidenciais.

  • 25/01/2019 13:44:47

    Bolívia realiza primárias presidenciais inéditas e atípicas

    La Paz - Um candidato único inscrito em cada um dos nove partidos políticos, a Bolívia organizará no domingo inédito e atípico primário presidencial, antes das eleições gerais de Outubro, em meio a fortes críticas da oposição.