Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

08 Novembro de 2018 | 19h29 - Actualizado em 31 Outubro de 2018 | 12h10

Libertado homem que ajudou a planear 11 de Setembro na Alemanha

Berlim - Após ter cumprido uma pena inferior a 15 anos de prisão, na Alemanha, Mounir el -Motassadeq, um dos homens envolvidos no ataque do 11 de Setembro, foi libertado recentemente de uma prisão alemã e regressado à sua terra natal, em Marrocos, noticiou hoje a Reuters.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Um dos dois únicos homens a serem presos pelos ataques que mataram quase três mil pessoas, em 2001, cumpriu uma pena de menos de 15 anos.

De regresso a casa, o homem de 44 anos, que ajudou a planear o embate de um avião contra uma das torres gémeas em Nova Iorque, e que pertencia ao grupo Al Qaeda de Hamburgo, foi visto a rir-se e a confraternizar com os seus velhos amigos no bairro de Dawdiyar.

Os vizinhos de Mounir, citados pelo Mirror, revelam-se "felizes" com o regresso, sendo muitos os que nos últimos dias o têm visitado.

Mounir El-Motassadeq foi libertado no dia 15 de Outubro com a condição de que seria deportado da Alemanha para Marrocos. O homem está proibido de regressar a terras germânicas até 2064.

Assuntos Justiça  

Leia também