Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

13 Agosto de 2019 | 16h30 - Actualizado em 13 Agosto de 2019 | 16h30

UE investiga aço vindo da China, Taiwan e Indonésia

Bruxelas - A Comissão Europeia anunciou hoje a abertura de uma investigação às importações de aço laminado a quente proveniente da China, Taiwan e Indonésia para a União Europeia (UE), após uma queixa do sector, por alegadas práticas de 'dumping'.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da União Europeia (UE)

Foto: Divulgação

Em comunicado, o executivo comunitário dá conta da abertura desta investigação, na sequência de uma queixa apresentada pela Associação Europeia do Aço (Eurofer), referindo que "as importações desses países [para a UE] estão a ser feitas a preços de 'dumping' e, portanto, causando prejuízo aos produtores europeus".

O 'dumping' é uma prática comercial que consiste na venda de produtos, mercadorias ou serviços a preços abaixo de seu valor justo.

Bruxelas vai agora investigar tais denúncias, tendo por base o cálculo da margem de 'dumping' destes produtos relativamente ao permitido nas leis comunitárias, analisando assim possíveis distorções dos preços das matérias-primas vindas da China, Taiwan e Indonésia.

A Comissão Europeia tem, então, oito meses para "recolher provas e decidir se deve impor medidas provisórias", adianta a nota de imprensa.

Este tipo de investigações tem vindo a ser recorrentes, fazendo parte de um plano de acção da Comissão Europeia para combater a concorrência desleal de produtos objectos de 'dumping' ou de subsídios na UE.

Neste mandato, o executivo comunitário aplicou medidas de defesa comercial em 52 produtos siderúrgicos, estando a investigar outros sete.

Também na área do comércio, a Comissão Europeia anunciou hoje ter imposto direitos de compensação de 8% a 18% sobre as importações de biodiesel subsidiado vindo da Indonésia.

"A medida visa restabelecer a igualdade de condições para os produtores de biodiesel da UE", isto após uma investigação aprofundada de Bruxelas ter concluído que "os produtores indonésios de biodiesel beneficiam de subvenções, benefícios fiscais e acesso a matérias-primas abaixo dos preços de mercado", explica o executivo comunitário em comunicado.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 13/08/2019 16:27:40

    Irão revela contactos com o Reino Unido sobre petroleiro apresado

    Teerão - A autoridade iraniana dos portos indicou hoje ter estado em contacto com a sua homóloga britânica para conseguir a libertação de um petroleiro iraniano, o "Grace 1", apresado ao largo de Gibraltar no início de Julho.

  • 13/08/2019 16:25:31

    ONU exige inquérito a violência policial em Hong Kong

    Hong Kong - A Alta Comissária para os Direitos Humanos da ONU, Michelle Bachelet, declarou-se hoje preocupada com a repressão das manifestações pró-democracia em Hong Kong e pediu um inquérito imparcial na ex-colónia britânica.

  • 13/08/2019 16:22:34

    Ministro indiano reúne com líderes chineses na China

    Pequim - Os representantes máximos diplomáticos da Índia e da China reuniram hoje, em Pequim, depois de Nova Deli ter revogado o estatuto especial da região da Caxemira, parte da qual a China reivindica como sua.