Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

15 Setembro de 2020 | 22h31 - Actualizado em 15 Setembro de 2020 | 21h58

Mahmoud Abbas diz que não haverá paz sem fim da ocupação de territórios

Jerusalém Oriental - O Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, afirmou hoje que "não haverá paz" no Médio Oriente sem o "fim da ocupação" de territórios palestinianos, ao reagir aos acordos de normalização das relações dos Emirados Árabes Unidos e do Bahrein com Israel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mahmoud Abbas, Presidente da Palestina (Foto arquivo)

Foto: Divulgação

"Não haverá paz, segurança ou estabilidade para ninguém na região sem o fim da ocupação e o respeito pelos direitos totais do povo palestiniano", disse Mahmoud Abbas, numa declaração publicada em reacção aos acordos assinados, em Washington, pelo primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e os ministros dos Negócios Estrangeiros do Bahrein e dos Emirados.

Os palestinianos têm acusado, nas últimas semanas, os Emirados Árabes Unidos e o Bahrein de trair o "consenso árabe", que fazia da resolução do conflito israelo-palestiniano uma condição prévia para a normalização de relações com o Estado judaico.

"As tentativas de contornar o povo palestiniano terão sérias repercussões sobre as quais os Estados Unidos da América e a ocupação israelita terão de assumir responsabilidades", declarou o Presidente palestiniano sem precisar quais serão as repercussões.

O Presidente dos EUA, Donald Trump, presidiu hoje, na Casa Branca, à assinatura de dois acordos diplomáticos entre Israel e dois países do Golfo, Emirados Árabes Unidos e Bahrein, que prometem mudar o equilíbrio de forças no Médio Oriente.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e os ministros dos Negócios Estrangeiros do Bahrein e dos Emirados, Abdullatif al-Zayani e Abdullah bin Zayed Al Nahyan, respectivamente, assinaram o acordo de restabelecimento de relações com Israel, que ficarão com a designação de Acordos de Abraão, em homenagem ao patriarca das três principais religiões monoteístas.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 15/09/2020 21:16:30

    Covid-19: Síntese Mundial

    Paris - A pandemia do novo coronavírus já causou a morte de mais de 929 mil pessoas e infectou mais de 29,3 milhões em todo o mundo desde Dezembro, segundo um balanço da agência AFP baseado em dados oficiais.

  • 14/09/2020 13:42:13

    Síria: Funcionário do Crescente Vermelho morto em ataque

    Damasco - Um funcionário do Crescente Vermelho turco foi morto e outro ficou ferido hoje durante um ataque a um veículo da organização de ajuda humanitária no norte da Síria, anunciou a entidade.

  • 14/09/2020 13:37:18

    "Vai demorar quatro ou cinco anos" para vacinas chegarem a toda a gente

    Nova Delhi - O presidente-executivo do Serum Institute of India (maior produtor mundial de vacina), Adar Poonawalla, disse que não vai haver vacinas para inocular toda a gente à escala global antes de 2024.