Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

08 Novembro de 2018 | 07h05 - Actualizado em 08 Novembro de 2018 | 09h21

Maria Eugénia Neto lança "As nossas mãos constroem a liberdade"

Luanda - "As nossas mãos constroem a liberdade" é o título do novo livro da escritora angolano Maria Eugénia Neto colocada à disposição dos leitores esta quarta-feira, em sessão de venda e assinatura de autógrafos na sede da União dos Escritores Angolanos (UEA).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Escritora Maria Eugénia Neto na apresentação da sua obra

Foto: Henri Celso

Escritora Maria Eugénia Neto na apresentação da sua obra

Foto: Henri Celso

O livro tem 66 páginas, reúne contos que, de uma forma sublime, recriam o imaginário político e cultural angolano a partir de figuras ficcionais e existentes da literatura e do mosaico político nacional, como Hoji ya Henda, o Comandante Benedito, Ngangula e outras personagens que estiveram implicados na libertação de Angola.

A obra está dividida em quatro contos; Hoji Ya Henda; Encontro; As nossas mãos constroem o mundo e Ngangula, onde a autora retrata histórias presenciadas por si e outras que foram retratadas.

Na sua intervenção, Maria Eugénia Neto deu a conhecer que pretende com a obra passar o seu testemunho  de alguns momentos vividos por si durante a luta de libertação nacional.

 A mesma informou que pretende com o livro contar a história que se vivia na altura aos mais jovens de forma a aumentarem os seus conhecimento sobre este período histórico de Angola.

“As nossas mãos constroem a liberdade ” está a ser comercializadas a mil kwanzas.

Maria Eugénia Neto, viúva do primeiro presidente da República, Agostinho Neto,  é autora de livros como “E na Floresta os Bichos Falaram” (Prémio de Honra na Comissão Cultural da ex-República Democrática Alemã, para a UNESCO, 1977-Leipzig), “Foi Esperança e Certeza”, 1979, “A Formação de Uma Estrela e Outras Histórias na Terra” (1979), “O Vaticínio da Kianda na Piroga do Tempo” (1985), “O Soar dos Quissanges”( 2000), “Os Animais de duas Gibas”, “A Montanha do Sol” (2014), entre outros.

Assuntos Literatura  

Leia também