Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

03 Maio de 2018 | 13h53 - Actualizado em 03 Maio de 2018 | 13h53

Organização do AMA quer apoio do Governo

Luanda - O coordenador dos Angola Music Angola (AMA), Daniel Mendes, considerou nesta quinta-feira, em Luanda, imperioso o apoio institucional do Governo angolano, por ser de impacto nacional e valorizar o país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

daniel mendes (ao centr.), responsável do AMA

Foto: Clemente Santos

Em declarações à Angop à margem de uma conferência de imprensa sobre a organização da entrega dos prémios AMA, que acontece sábado, no Multiusos do Kilamba, Daniel Mendes frisou que têm encetado contactos há quatro anos com a Presidência da República para que a esteja incluído no Orçamento Geral do Estado.

Segundo o interlocutor, o evento, para além de premiar os artistas, serve também para a valorização da cultura e do turismo no país, com exposição de promoção das riquezas no exterior do país, atraindo centenas de turistas.

“O Angola Music Aword é um evento da nação, que em 2017 foi visto por mais de 400 mil pessoas em Angola e no exterior e por isso todo o apoio é necessário para institucionalizarmos o evento”, acrescentou.

Sem revelar valores gastos em cada edição de premiação, sublinhou que os custos são reduzidos por terem contado ao longo dos seis anos existência com parceiros fiéis, que prestam um apoio no evento.

Para a gala de premiação estão agendadas as participações de Mamy Táxi, M'vula, Noite e Dia, Jéssica Pitbull, Nagrelha, Anabela Aya, Dodó Miranda e a convidada de São Tomé e Príncipe, Any Moreira.

Assuntos Angola   Música  

Leia também