Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

13 Junho de 2018 | 22h56 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 22h57

Cuando Cubango carece de atracções culturais

Menongue - A província do Cuando Cubango carece de museus, bibliotecas e centros culturais o que dificulta a população local, principalmente os jovens, a terem formação no sector das artes, realizarem trabalhos de pesquisa sobre os costumes da região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Essa observação foi feita hoje, quarta-feira, em Menongue, pelo director provincial da Cultura, em exercício, do Cuando Cubango, Paulo Amaral, durante um encontro com a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, que visitou a circunscrição durante três dias.

Sublinhou que a falta desses espaços culturais deixa a população da província do Cuando Cubango privada de lugares de lazer.

Segundo Paulo Amaral, a província do Cuando Cubango necessita de uma sala de cultura, equipamentos para uma banda musical, museu, escola de arte, entre outras áreas de interesse cultural.

Fez saber que o sector da Cultura da província do Cuando Cubango tem registado noventa e oito músicos, dez grupos de teatro, vinte artesãos, dez artistas plásticos, quarenta e cinco grupos de danças tradicionais, duas bandas musicais, quatro fotógrafos, uma discoteca, dois estúdios de gravação musical, uma comunidade de rasta, uma associação de teatro, uma associação de música gospel, a Brigada de Jovens de Literatura e o movimento Lev'arte.

Destacou que na província existem dois monumentos históricos classificados a património nacional, nomadamente o Forte Menongue e o Triangulo do Tumpo.

Leia também