Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

14 Junho de 2018 | 05h51 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 06h19

Escritor lança obra "Musas que pintaram os meus sonhos"

Luanda - "Musas que pintaram os meus sonhos" é o título da mais recente obra poética do escritor angolano João Marcolino que será lançada sexta-feira (15), em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada hoje, quinta-feira, à Angop, pelo escritor tendo referido que os poemas abordam temas diversos como a união familiar, o sacrifício das mulheres, o amor, amizade, o companheirismo, entre outros assuntos.

Disse que escreveu o livro durante três anos e inspirou-se nas mulheres da sua família, em amigas e em depoimento de outras anónimas.

O livro, ressaltou, é uma espécie de homenagem as mulheres e também reconhecer a sua importância na sociedade e na vida dos homens.

Fez saber que o livro é composto por 18 poemas e, numa primeira edição, conta com uma tiragem de 1000 exemplares.

Nascido em Malanje, a 12 de Abril de 1970, João Marcolino é poeta, declamador, actor, artista plástico e já publicou os livros “Novela”, “Minha Carta Perdida” e “Tempos Difíceis”.

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 14/06/2018 16:28:43

    Cultura quer participação activa dos fazedores de artes na Expo-Kongo

    Uíge -O director provincial do Uíge da Cultura, José Caricoco, reforçou nesta quinta-feira a necessidade de os fazedores de artes participarem activamente na Feira Internacional do Kongo "Expo-Kongo" a decorrer de 5 a 8 de Julho, em Mbanza Kongo (capital da província do Zaire).

  • 14/06/2018 15:56:01

    Contribuição dos estudantes no desenvolvimento do Uíge em abordagem

    Uíge - Os participantes na 18ª edição das Quintas-Feiras Poéticas abordam hoje a contribuição dos estudantes universitários no desenvolvimento da sociedade do Uíge.

  • 13/06/2018 22:56:22

    Cuando Cubango carece de atracções culturais

    Menongue - A província do Cuando Cubango carece de museus, bibliotecas e centros culturais o que dificulta a população local, principalmente os jovens, a terem formação no sector das artes, realizarem trabalhos de pesquisa sobre os costumes da região.