Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

12 Junho de 2018 | 15h43 - Actualizado em 12 Junho de 2018 | 16h33

Ministra da Cultura quer igrejas a trabalhar em prol da harmonia social

Menongue- A igreja deve reforçar e direccionar à sua acção no bem-estar social, na unidade, na harmonia e na educação das populações, contribuindo, desta forma, para a coesão social, a paz e no desenvolvimento das comunidades, afirmou hoje, em Menongue, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com a ministra, que falava durante um encontro de trabalho com líderes de igrejas reconhecidas, no âmbito da sua jornada de trabalho na província do Cuando Cubango, a educação, a formação profissional, a educação moral e cívica, principalmente da juventude, devem merecer uma atenção especial da igreja, cuja missão é transmitir mensagens de pacificação dos espíritos.

Para Carolina Cerqueira, a igreja deve valorizar a família, por ser a base do desenvolvimento e afirmação da identidade nacional e dos traços identitários da cultura angolana, bem como promover os valores de unidade e da ordem, como forma de se combater as acções maléficas que colocam em causa o bem-estar social, a paz, a segurança e a tranquilidade nas comunidades.

A ministra adiantou que a juventude deve receber da igreja mensagens patrióticas, de respeito pelos valores cívicos, pelo próximo e pelos símbolos nacionais.

Já o director do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos, Castro Maria, a igreja deve igualmente trabalhar na moralização da sociedade , apostando em acções que possam traduzir o verdadeiro papel da igreja, combatendo as práticas que desvirtuam e que perturbem a lei.

Castro Maria avançou que o Estado angolano conta com a igreja na promoção de acções ligadas a educação, saúde, entre outras.     

Durante os três dias de actividade no Cuando Cubango, a ministra manterá encontros de auscultação com os agentes culturais da província, autoridades tradicionais e do poder local, com o bispo da diocese de Menongue, uma deslocação ao município do Cuchi e um levantamento sobre a comunidade Khoisan.

Leia também
  • 12/06/2018 15:43:31

    Cadeia de Missombo será transformada em museu

    Menongue- A cadeia de Missombo será transformada em Museu, pelo seu valor histórico no processo da independência nacional, anunciou hoje, em Menongue, a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

  • 28/04/2018 03:04:32

    Cuando Cubango: Rei Mwewne Vunongue-VI deixa importante legado

    Menongue - O soberano António Augusto Cambinda Kalilo deixa legado importante para as novas gerações, pelo facto de ter sido um digno combatente pela coesão, unidade e sã convivência na diversidade de opinião, dentro das comunidades, afirmou hoje, sexta-feira, o governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi.

  • 12/04/2018 11:48:50

    África do Sul pretende 23 de Março Dia da SADC

    Menongue - O ministro das Artes e Cultura da África do Sul, Nkosinathi Mthethwa, pretende assinalar o 23 de Março, como Dia da SADC, em homenagem à vitória da batalha do Cuito Cuanavale, em 1988.