Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

14 Novembro de 2019 | 22h10 - Actualizado em 14 Novembro de 2019 | 22h09

Angola e UNESCO abordam cooperação

Luanda - A ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira, abordou, nesta quinta-feira, em Paris (França), o reforço da cooperação com a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

ministra carolina Cerqueira com director-geral adjunto da unesco, Firmin Matoko (arquivo)

Foto: Foto cedida

De acordo com a ministra, durante o encontro com o director-geral adjunto do organismo das Nações Unidas, Firmin Matoko, foi reiterado à disposição em se continuar a trabalhar com o governo angolano, em particular, com o envolvimento da União Africana (UA), para a segunda edição da Bienal de Luanda- Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz.

Carolina Cerqueira informou, igualmente, que a UNESCO apresentou uma proposta sobre o reforço das capacidades técnicas e humanas da sua representação na Região Austral do continente africano, com maior envolvimento de Angola.

“Vamos estudar a proposta e encontrar um entendimento comum para melhor representar a organização e trabalhar a favor dos africanos”, reforçou a governante angolana.

O encontro com Firmin Matoko, na sede da UNESCO, Paris, segundo a ministra, serviu também para se fazer um balanço dos resultados da primeira edição da Bienal de Luanda, que decorreu de 18 a 22 de Setembro, e que visou desenvolver e consolidar uma cultura de paz e não-violência, desencadeando um movimento Pan-Africano que promova a diversidade cultural e a unidade africana.

A ministra apresentou, na quarta-feira, os programas do Governo em curso, para mitigar os efeitos da pobreza, carência de água e apoio social às comunidades, nos domínios da saúde, educação e agricultura familiar.

O Fórum de Paris sobre a Paz, que teve início na terça-feira, tem como foco o multilateralismo, a educação, o combate à pobreza, as mudanças climáticas e a cibernética.

Em debate estiveram, igualmente, temas sobre a inclusão das minorias nas sociedades diversificadas, o papel da Educação na mudança do mundo, a juventude na tomada de decisão política e o combate à corrupção através da informação e a reintegração social das crianças como mobilidade reduzida.

Nesta quinta-feira, Carolina Cerqueira participou também ao debate global sobre a juventude que reuniu representantes de vários países com Chefes de Estado para discutir questões sobre o multilateralismo e o futuro da juventude, opções e soluções.

Assuntos Angola  

Leia também