Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

11 Julho de 2019 | 21h06 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 20h28

Actor brasileiro defende intercâmbio entre criadores

Luanda - O actor brasileiro Pablo Oliveira disse hoje, quinta-feira, em Luanda, ser necessário dinamizar permanentemente o intercâmbio entre os criadores de vários países, como de Angola, porquanto fortalece-os e permite um conhecimento mais aprofundado de distintas culturas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Integrantes da companhia de teatro do Brasil Nós do Asfalto

Foto: Emerson da Silva

Pablo Oliveira, porta-voz da companhia de teatro do Brasil Nós do Asfalto

Foto: Emerson da Silva

Pablo Oliveira, em Angola, desde terça-feira, para participar da 4ª edição do Circuito Internacional de Teatro (CIT), que se realiza em Luanda, de 29 de Junho a 16 de Setembro, referiu, em declarações à Angop, que a troca de experiências propicia um maior conhecimento dos países.

“ Estou pela primeira vez em Angola, através do CIT, mas antes de vir para aqui tive uma visão distorcida sobre Angola. Pensava que era muita criminalidade. Cheguei aqui, fui bem recebido e tenho agora uma outra visão deste país”, indicou.

Segundo o responsável da companhia de teatro  Nós do Asfalto, o contacto com os actores angolanos, pela primeira vez, estar a ser muito bom pelo que a sua presença será o início de outras.

Por sua vez, Simão Paulino, porta-voz do CIT, ressalta que o intercâmbio artístico e cultural é a razão de ser do evento, pelo que a participação de grupos de outros países vai continuar para se conseguir elevar o nome de Angola no exterior.

Relativamente ao teatro no Brasil, o actor brasileiro explicou que está num momento desafiante, devido ao impacto da internet.

“ Hoje em dia no Brasil está a se perder as salas de teatro porque muitos assistem os vídeos de teatro no Youtube, retirando, assim, a essência desta arte do espectáculo. O teatro está a virar comercial”, apontou.

Apesar destes constrangimentos, Pablo Oliveira garante que vai continuar a trabalhar em prol do teatro porque é aquilo que gosta fazer e faz parte de si.

A companhia de teatro  Nós do Asfalto, que existe desde 2010, vai actuar no CIT, nos dias 13 e 14 deste mês, exibindo as peças infantis “Chapeuzinho Vermelho” e “O casamento da dona Baratinha”.

O actor brasileiro Pablo Oliveira, natural do Rio de Janeiro, além do teatro, já participou em novelas da TV Globo e Record.

Assuntos Cultura   Teatro  

Leia também
  • 11/07/2019 16:23:03

    Globo Dikulo e Companhia de Moçambique assinam acordos

    Luanda - Um acordo de cooperação, para o reforço de intercâmbio e parcerias de projectos em artes cénicas, foi assinado, hoje (quinta-feira), entre a Globo Dikulo, de Angola, e a Companhia de Teatro de Moçambique.

  • 07/07/2019 16:34:26

    Lumony destaca - se no show "Luena em festa"

    Luena - A cantora angolana Marlene Pascoal Zaide, " Lumony", destacou - se na noite deste sábado, durante um show organizado pelo artista Kyaku Kyadaff e amigos, no Luena, província do Moxico, denominado "Luena em Festa".

  • 06/07/2019 11:57:48

    Animart exibe peça"A terceira margem do rio a dentro"

    Cazenga- A exibição da peça teatral " A terceira margem do rio a dentro", preencheu o destaque do segundo dia( sexta-feira), da 14ª edição do festival internacional de teatro do Cazenga (Festeca 2019).