Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

06 Outubro de 2019 | 19h01 - Actualizado em 06 Outubro de 2019 | 19h01

Colectivo de Artes Ombaka apresenta obra "Procura-se boa pessoa para casar"

Benguela - A peça teatral "Procura-se boa pessoa para casar", escrita pelo escritor e dramaturgo angolano Áureo Quicunga, vai ser exibida neste domingo, nesta cidade, no quadro do trabalho de moralização social em curso no país, informou, à Angop, o porta-voz do grupo teatral, Esteves Quina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Exibição de peça teatral

Foto: Pedro Parente

Segundo Esteves Quina, a obra, cuja adaptação em peça é do também dramaturgo Sincero Muntu, já teve duas participações em diferentes festivais internacionais, com realce para o "Festeca" - festival internacional do Cazenga, que contou com a presença do autor.

Esteves Quina, que é igualmente encenador, sublinhou que o objectivo é mostrar às pessoas que devem ter cuidado ao escolher o cônjuge, evitando que os lares se desmoronem pouco tempo depois do enlace matrimonial, por causa dos “casamentos por emoção”.

Referiu que a peça retrata a necessidade de alguma cautela, alguma investigação sobre os hábitos e costumes da outra parte, para se diminuir as separações, principalmente nos casamentos entre pessoas mais novas.

“Todos esperam ter alguém (parceiro) dos seus gostos para se casar, apesar de a escolha não ser fácil”, rematou o porta-voz da associação teatral, que apela a adesão do público ao cine monumental para assistir a peça.

Desde a sua fundação, em 2005, o Colectivo de Artes Ombaka já conquistou vários prémios e participou nos festivais de teatro do Cazenga, da Paz (Luanda), Mostra de Esquete Teatral no (Brasil), no Internacional de Teatro do Inverno de Moçambique, em 2014, no Voz África e Efetikilo, estes últimos da província do Huambo.

Vencedor em 2014 do 1º Prémio Provincial de Cultura e Artes de Benguela, em Teatro, o Colectivo de Artes Ombaka possui mais de 20 peças exibidas, entre as quais "A Lei", “O Héroi”, “Sonhei com Manguxi”, “O Jovem Frustrado”, “O Técnico”, “Laura”, “Um Raio de Sol”, “Kapulungo” e “Faceburla”.  

Leia também
  • 01/10/2019 09:14:39

    Sem concertos, músicos do Lobito vivem tempos difíceis

    Lobito - A falta de shows na cidade do Lobito, província de Benguela, está a deixar agastados os músicos desta região, que têm enfrentado muitas dificuldades porque não há mais patrocinadores de eventos, apurou hoje, a Angop.

  • 13/09/2019 21:56:08

    Igreja Tocoísta expande acções para outros países africanos

    Lobito - O líder da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo, bispo Dom Afonso Nunes, reafirmou, esta sexta-feira, no Lobito, em Benguela, o plano da sua denominação religiosa de expandir a missão de Evangelização para outros países, tanto africanos como de outros continentes.

  • 31/08/2019 11:09:07

    Maria Salomé eleita Miss Lobito 2019

    Lobito - Maria Salomé, estudante da 9ª classe com 18 anos de idade, foi eleita nesta sexta-feira Miss Lobito 2019, durante um concurso enquadrado nas festividades do 106º aniversário daquela cidade, que se assinala a 02 de Setembro.