Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

31 Maio de 2017 | 20h46 - Actualizado em 01 Junho de 2017 | 08h29

Angola: PRS actualiza candidatura

Luanda - O Partido de Renovação Social (PRS) tornou-se nesta quarta-feira, em Luanda, na última formação política a entregar ao Tribunal Constitucional a candidatura e suprimentos, depois da UNITA, FNLA, APN e CASA-CE.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira do Partido de Renovação Social (PRS)

Foto: Alberto Juliao

O PRS apresentou como candidato a Presidente da República nas eleições gerais de 23 de Agosto próximo, Benedito Daniel, eleito presidente da formação política na terça-feira (30), na sequência do congresso realizado de 29 a 31 de Maio, em Luanda.

Benedito Daniel substituiu Eduardo Cuangana, na presidência do PRS.

Falando à imprensa no final da entrega, o mandatário da lista do partido, Manuel  Muxito, referiu que está cumprida a missão do PRS diante do Tribunal Constitucional.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 31/05/2017 17:45:12

    Angola: CASA-CE supre insuficiências de candidaturas

    Luanda - A coligação CASA-CE entregou hoje (quarta-feira) as listas de candidaturas com as correcções indicadas pelo Tribunal Constitucional (TC), para ser admitida às eleições gerais de 23 de Agosto próximo.

  • 31/05/2017 10:08:38

    Huíla: MPLA apresenta programa de governo a universitários

    Lubango - O Programa de Governação do MPLA 2017 a 2022 e o seu Manifesto Eleitoral foram apresentados terça-feira, no Lubango (Huíla), aos professores e estudantes universitários afectos ao Instituto Superior Politécnico Independente.

  • 30/05/2017 19:44:48

    Uíge: Mulheres participam na educação eleitoral

    Uíge - O secretário para os assuntos políticos, económicos, sociais e eleitorais do MPLA no Uíge, Afonso Isabel, reafirmou a necessidade das mulheres funcionarem como verdadeiras agentes de educação cívica eleitoral.